Roda de Conversa sobre Fundos Rotativos em Campinas

17/09/2012

O Fórum GeraRenda, membro da Rede Estadual de Saúde Mental e ECOSOL, que representa 33 projetos e oficinas de trabalho irá desenvolver uma Roda de Conversa sobre Fundos Rotativos Solidários, com a presença da Agente da Região Sudeste do Projeto Rede de Fundos Rotativos Solidários, Graça Lima.

A oficina irá debater as experiências de Fundos Rotativos Solidários, como organizar um Fundo e sair com uma Comissão para organizar o Fundo Rotativo Solidário do Fórum GeraRenda. Voltado a financiar a aquisição de matérias primas, realizar investimentos, facilitar a participação em feiras e eventos de comercialização e também a criação de estratégias de marketing.

Esse Fundo será organizado a partir de recursos captados junto ao Projeto Construção do Programa Municipal de Apoio ao Cooperativismo Social – Campinas, executado pela Associação Cornélia Vlieg em parceria com o Banco Popular da Mulher e a Secretaria Municipal de Trabalho e Renda.

Dia: 25 de Setembro (terça-feira)

Local: CEREST Campinas – Av. Prefeito Faria Lima, 680 – Parque Itália

Horário: 13h

Assista o Vídeo onde Graça Lima explica o Projeto de Redes de Fundos Rotativos Solidários:


Inclusão Social pelo Trabalho será discutido em Ribeirão Preto

21/08/2012

Vejam a matéria na página do Fórum GeraRenda (clique aqui)

O Fórum Permanente de Discussão da Política de Atendimento em Saúde Mental no Município de Ribeirão Preto, vai realizar no dia 31/08/2012 as 14:00 hs, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Ribeirão Preto, um Debate sobre“Vivencias em projetos de inclusão social pelo trabalho” com a presença:

Silvana de Fátima Borges, oficineira do NOT desde 1999, recepcionista e monitora do Ponto de Cultura Maluco Beleza – via Projeto Parceria

Kátia Liane Rodrigues, Terapeuta Ocupacional, Coordenadora da Oficina de Papel Artesanal – Núcleo de Oficinas e Trabalho – Candido Ferreira

Leonardo Pinho, Membro da Rede Estadual de Saúde Mental e Ecosol e do Fórum Paulista de Ecosol


Visita a SEDE da Conexão Solidária

02/07/2012

A Rede Estadual de Saúde Mental e Economia Solidária e o Fórum GeraRenda – Campinas estiveram hoje, dia 02 de julho, visitando a Sede da Conexão Solidária. Pela Rede estiveram presentes, Gislene, Liane e Leo Pinho e pelo Fórum GeraRenda – Campinas, Vilmara, Katia e Cleusa.

Fomos recebidos pelo Roberto, da área Comercial, Luciana e Tania , assessoras técnicas. A reunião teve como base a apresentação da Rede, do Fórum GeraRenda e a assinatura da Carta de Intenção pela Associação Cornélia Vlieg, firmando parceria com a Conexão Solidária.

Discutimos as possibilidades de parceria para avançarmos com estratégias de abertura de novos mercados para os produtos da economia solidária.

O que é a Conexão Solidária?

A Central de Comercialização CONEXÃO SOLIDARIA é uma iniciativa da Agência de Desenvolvimento Solidário – ADS/CUT que tem como principal objetivo conectar produtores e consumidores valorizando o potencial e criatividade de quem produz e a satisfação de quem consome, em uma rede de comercialização solidária, para conquistar a sustentabilidade econômica, financeira e social de Empreendimentos Econômicos Solidários.

A Conexão Solidária ofereceu seu espaço (dois andares de sua Sede) para a realização do I Bazar do Cooperativismo Social Paulista e um Seminário sobre o tema. A data sugerida (ainda a ser confirmada) é dia 21 de setembro.

Obtenha mais informações sobre a Conexão Solidária: http://conexaosolidaria.org/

Veja as FOTOS de Nossa Visita (clique aqui)


Assinado o Projeto para a Construção do Programa Municipal de Apoio ao Cooperativismo Social (PROMACOOP-Social)

16/06/2012

Na FOTO assinatura do Projeto PROMACOOP – Social: Cleusa Cayres – Coordenadora NOT/Candido Ferreira e do Fórum GeraRenda; Maria José Comparini Nogueira de Sá – Presidente da Associação Cornélia Vlieg; Eliane Rosandiski – Presidente do Banco Popular da Mulher e Leonardo Pinho – Rede Estadual de Saúde Mental e ECOSOL e assessor do BPM

 A Rede Estadual de Saúde Mental e Economia Solidária, o Fórum GeraRenda – Campinas e diversos empreendimentos e entidades do Brasil todo vem reivindicando a Regulamentação da Lei de Cooperativismo Social e a criação do Programa Nacional do Coooperativismo Social (PRONACOOP-Social).  No ano passado participamos do II Encontro Nacional de Experiências de Geração de Trabalho e Renda: Rumo ao Cooperativismo Social, visando ampliar e valorizar as cooperativas e empreendimentos econômicos solidários que promovem a Inclusão Social pelo Trabalho.

Quer conhecer a proposta do PRONACOOP Social (clique aqui)

No dia 15 de junho a Associação “Cornélia M. E. V. H. Vlieg”, representando o Fórum GeraRenda – Campinas, assinou um Contrato para Construção do Programa Municipal de Apoio e Fomento ao Cooperativismo Social (PROMACOOP – Social), com o Banco Popular da Mulher através do Projeto “Desenvolvimento do Sistema Único de Trabalho, Renda, Qualificação Profissional, Empreendedorismo e Economia Solidária”, uma parceria entre o Ministério Público do Trabalho – Procuradoria Regional do Trabalho da 15ª Região e a Secretaria Municipal de Trabalho e Renda.

A assinatura desse Contrato é um Marco para o desenvolvimento do Cooperativismo Social no país, fazendo de Campinas a primeira cidade a reconhecer, fomentar e assinar um Projeto financiando a construção de um Marco Legal para o Apoio e Fomento ao Cooperativismo Social.

A construção do Programa Municipal de Apoio ao Cooperativismo Social (PROMACOOP – Social) já está sendo negociada com a Secretaria Municipal de Trabalho e Renda, de Assistência Social e a Coordenação de Saúde Mental da cidade, bem como com as entidades: Centro de Referência em Cooperativismo e Associativismo (CRCA), Banco Popular da Mulher, Associação Cornélia Vlieg e UNISOL Brasil.

O Projeto PROMACOOP – Social terá as seguintes ações até Dezembro de 2012:

1. Realização de Dois Cursos de Formação em Cooperativismo Social, Economia Solidária e Comércio Justo e Solidario;

2. Premiação de Experiências Exitosas do Cooperativismo Social – Campinas;

3. Apresentação do Modelo de Decreto e de Projeto de Lei para instituição do PROMACOOP – Social;

4. Realização em Dezembro da I Feira de Cooperativismo Social.

Leia Também: Encontro no Cândido Ferreira marca parceria entre oficinas de trabalho e as secretarias municipais  (clique aqui)

Conheça a Página do Banco Popular da Mulher: http://www.bpm.org.br


Intersetorialidade em favor do Cooperativismo Social

16/05/2012

Encontro no Cândido Ferreira marca parceria entre Oficinas de Trabalho e as secretarias municipais de Saúde, Assistência e Trabalho

Um encontro inédito, realizado hoje pela manhã no Serviço de Saúde Dr. Cândido Ferreira, marcou o início de uma parceria intersetorial para ampliar os projetos de Economia Solidária e Geração de Renda da Rede de Saúde Mental de Campinas. Estiveram presentes no evento representantes das secretarias municipais de Cidadania, Assistência e Inclusão Social; Trabalho e Renda; e Saúde, do Banco Popular da Mulher, do Fórum GeraRenda, do Centro de Referência em Cooperativismo e Associativismo (CRCA), da Coordenação de Saúde Mental, além de participantes e coordenadores de diversos projetos de inclusão social e cooperativas de trabalho.

O evento marcou o primeiro encontro entre os diversos setores para tratar das oficinas de trabalho e ecosol na Saúde Mental. Nos diversos depoimentos, foi valorizada a construção de uma rede que possa ampliar e fortalecer os projetos desenvolvidos. Como resultado final, representantes das secretarias municipais e dos projetos envolvidos marcaram uma nova reunião para a próxima semana, em que irão definir as bases sobre as quais se desenvolverá essa parceria. Segundo o secretário de Cidadania, Assistência e Inclusão Social de Campinas, Prof. Dimas Alcides Gonçalves, a nova reunião servirá para alinhar os pontos entre os diversos setores representados no encontro.

Na abertura do evento, o superintendente do Cândido Ferreira, Dr. Nobusou Oki, ressaltou o caráter histórico do encontro pela presença de representantes de diferentes setores da sociedade. Já a presidente da Associação Cornélia Vlieg, Maria José Comparini Nogueira de Sá, comentou sobre a importância de se promover o trabalho através de uma Rede Intersetorial, com a participação de todos os presentes no encontro. Após as apresentações dos diversos participantes, a coordenadora do Núcleo de Oficinas de Trabalho (NOT), Cleusa Ogera Cayres, apresentou um vídeo sobre as oficinas realizadas através da parceria entre Cândido Ferreira e a Associação Cornélia Vlieg.

A coordenadora da Saúde Mental da Secretaria Municipal de Saúde de Campinas, Carla Machado, afirmou que o principal desafio do encontro é construir uma rede para fortalecer os projetos de Geração de Renda e Economia Solidária da Saúde Mental, que mostram um grande potencial de crescimento.

O diretor da Secretaria de Trabalho e Renda, Flávio Sartori, afirmou que este é o início de um diálogo que resultará em uma parceria entre as secretarias municipais e as oficinas de trabalho na Saúde Mental e que, para isso acontecer, é preciso estabelecer metodologias de trabalho em conjunto.

O Prof. Dimas Alcides Gonçalves considerou a questão das drogas na cidade, garantindo que a posição da prefeitura é considerá-la como um problema da Saúde e da Assistência Social e não da Segurança Pública. Dizendo NÃO a Internação Compulsória. O secretário ainda afirmou que, nesse contexto, os projetos de Geração de Renda e Economia Solidária são fundamentais na política municipal.

O secretário parlamentar e membro da Rede Estadual de Saúde Mental e ECOSOL e do Fórum Paulista de Economia Solidária, Leonardo Pinho, articulador do encontro, resumiu os principais aspectos conversados no encontro: a urgência de se promover a parceria, de se construir o Programa Municipal de Apoio ao Cooperativismo Social (PROMACOOP – Social), a importância de trabalhar com os projetos de trabalho e renda que já existem e de o trabalho ser realizado através de um pacto intersetorial, coordenando a ação das diversas secretarias e dos projetos envolvidos.

O Cândido Ferreira conta atualmente com 15 oficinas de Inclusão Social pelo Trabalho, pautados na ECOSOL, que atuam na área de vitral artesanal, vitral plano, velas, mosaico, construção civil e ladrilho hidráulico, parceria, papel reciclado, gráfica, marcenaria, culinária e eventos, nutrição, serralheria, pintura, parceria e agrícola. Estas oficinas atendem um público aproximado de 300 pessoas, e existe uma fila de espera para abertura de novas vagas. O Fórum GeraRenda que representa as 33 oficinas e projetos de trabalho atualmente conta 450 pessoas.

Conheça o Fórum GeraRenda: www.forumgerarenda.wordpress.com


Lançada a Frente Parlamentar de Economia Solidária do Estado de São Paulo

02/03/2012

No dia 02 de março a Frente Parlamentar de Economia Solidária foi lançada na Assembléia Legislativa de São Paulo. Os deputados Carlos Grana, Marcolino e Simão Pedro foram os protagonistas de seu lançamento, que conta com parlamentares de diversos partidos. Arildo Mota, presidente da UNISOL Brasil apontou a necessidade da Frente Parlamentar de ECOSOL ser composta não só por parlamentares e seus assessores mas também, por representantes dos movimentos sociais, das centrais de representação da ECOSOL e dos Fóruns Regionais de ECOSOL.

Tivemos a presença do Secretario Nacional de ECOSOL do Ministério do Trabalho e Emprego, Paul Singer e do Senador Eduardo Suplicy.

Após, o lançamento da Frente Parlamentar de ECOSOL foi composta a mesa dos Movimentos Sociais, debatendo os Desafios, as Interrelações e as Perspectivas da ECOSOL no Estado de SP. Estiveram presentes: movimento negro, indígena, de Pontos de Cultura, de Religiões de Matriz Africana, Marcha Mundial das Mulheres, Cáritas Diocesana, Movimento Nacional de Catadores de Materiais Recicláveis e do Movimento de Saúde. As propostas do Cooperativismo Social, da militância do SUS e da Reforma Psiquiátrica Antimanicomial foi apresentada pelo Conselheiro Nacional de Saúde e do CEBES – Campinas Pedro Tourinho.

Foi aprovado durante o lançamento que no mês de MARÇO os Fóruns, as Centrais e os Movimentos Sociais se reunirão e aprovarão Dois Representantes: 1 (titular) e 1 (suplente) para compor a Frente e no mês de ABRIL será a primeira reunião da Frente Parlamentar de ECOSOL.

Vejam o Album de Fotos do Lançamento da Frente Parlamentar de ECOSOL (clique aqui)


Encontro: “GERAÇÃO DE TRABALHO E RENDA COMO DISPOSITIVO DA SAÚDE”

17/10/2011

FÓRUM GERA RENDA CAMPINAS

Convida para o Encontro:

“GERAÇÃO DE TRABALHO E RENDA

COMO DISPOSITIVO DA SAÚDE”

Data: 08 de Novembro de 2011

Local: Estação Cultura de Campinas

Informações: (19) 3758-8603

http://forumgerarenda.wordpress.com/

fgerarenda@gmail.com

PROGRAMAÇÃO

8h – Credenciamento

8h30’ – Mesa de abertura

9h – Fórum Gera Renda: Refletindo sobre a experiência em Campinas

9h30’ – Geração de Trabalho e Renda como Dispositivo da Saúde – Isabela Lussi

10h15’ – Coffee Break

10h45’ – Direito ao Trabalho e a interface com a Economia Solidária– Leonardo Pinho

11h30’ – Debate

Fórum Gera Renda Campinas