Resultado Avaliação SUTACO para Comercialização

13/06/2012

A SUTACO realizou durante a Feira Solidária das Mães na Paulista uma avaliação em todas as nossas barracas. Visando avaliar os produtos artesanais dos projetos/ empreendimentos de trabalho, com vistas, a realizar parceria para comercialização nas duas lojas da SUTACO.

A avaliação levou em consideração a qualidade dos produtos, seu diferencial, em relação aos produtos que já são comercializados nas Lojas SUTACO e seu pontecial de comercialização.

Projetos/Empreendimentos Selecionados na primeira etapa:

Casa das Oficinas/ Campinas: Esculturas e Gira mundo

CECCO Raul Seixas/SP: Girafas/ Chaveiros/ Pesos de Porta e Flor de Tecido

Projeto TEAR/ Guarulhos: Lustres,  Vasos e Saboneteiras em Vitral/ Tapete de amarradinho/ Porta Jóias e Retrato em Mosaico/ Peças Decorativas em Marchetaria

Tear das Artes/ Campinas: Tapetes de tear e Caminho de Mesa

NUPE Santo André: Marcenaria/ Marchetaria/ Xilogravura (em tecido)

NOT/ Candido Ferreira: Flor em Fibra de Bananeira/ Kit Ecológico/ Papel Semente/ Caixas em Mosaico de Cerâmica e Vidros/ Velas e Luminárias em Vitral/ Porta Copo/ Pestisqueira e Badeijas em Cipó/ Cabideiros em Ferro/ Panô

Casa das Oficinas – Piracicaba: Cachepô/ Caixas/ Bandeja/ Mosaico/ Cartões

Os projetos/empreendimentos selecionados enviar (quanto antes):

1. Listar os Produtos selecionados acima colocando o preço (levar em consideração que a SUTACO irá acrescentar 30%). Sendo assim, balançear o preço visando com que o mesmo não fique muito caro;

2. Os produtos listados devem ter no minimo 7 a 10 peças a pronta entreg (colocar na listagem quantos produtos tem em estouque);

3. Enviar FOTOS dos produtos listados;

4. É imprescindivel que o projeto/empreendimento tenha alguma pessoa CREDENCIADA como Artesão SUTACO (enviar escaneado a Carteirinha)

Enviar para o email: saudeecosol@gmail.com (dúvidas enviem para esse email)

IMPORTANTE: O envio da Lista dos Produtos (selecionados acima) não é ainda confirmação de VENDA para as Lojas SUTACO isso vai ser negociado (devido a limites de compras mensais).

Veja as LOJAS SUTACO (clique aqui)

Anúncios

Bazar Solidario das Mães, de 7 a 11 de Maio em Mogi das Cruzes

08/05/2012

Fortalecendo o Comércio Justo e a Inclusão Social pelo trabalho!!


Feira das Mães na Av. Paulista, dia 12 de Maio

07/04/2012

Os empreendimentos, oficinas e projetos de trabalho da Rede Estadual de Saúde Mental e ECOSOL vão realizar dia 12 de Maio a Feira das Mães na Paulista.

Seja um Multiplicador, envie para suas listas e para todos seus amigos e amigas!!!

Dê presentes que promovem a Inclusão Social pelo Trabalho e o Comércio Justo e Solidário!!

Arte do Cartaz feita pelo Empreendimento Mentes Estúdio


12 de Maio é Feira das Mães na Av. Paulista

04/04/2012

Dia 12 de Maio (sábado) novamente as oficinas, projetos e empreendimentos solidários da Rede Estadual de Saúde Mental e Economia Solidária irão fazer uma Feira Solidária na Av. Paulista.

No dia 12 de Maio iremos abrir a Semana da Luta Antimanicomial, destacando as conquistas desses mais de 10 anos da Reforma Psiquiátrica e mostrando toda a potência criativa e produtiva da Inclusão Social pelo Trabalho.

Nossa Feira terá como tema o Dia das Mães, resgatando valores e seu sentidos, mostrando a importância da solidariedade e do cuidado.

Traga seus familiares e seus amigos e amigas!!! Fortaleça o Comércio Justo e Solidário!!

Veja a Coleção de FOTOS das diversas Feiras Solidárias que já realizamos!!! – clique aqui


Projeto de Lei que beneficia a comercialização dos projetos de trabalho da saúde mental

31/07/2011

Para conhecimento dos projetos/ empreendimentos da Rede de Saúde Mental e Economia Solidária sobre o Projeto de Lei que foi apresentado na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo, que busca criar o Centro de Comercialização Solidário nas estações da Companhia Metropolitana de São Paulo – Metrô, bem como, nas estações da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – CPTM. Participarão do Centro de Comercialização Solidário os diversos segmentos de empreendimentos, entre eles, os projetos de trabalho desenvolvidos por usuários e familiares de saúde mental. Fortalecendo as práticas do comércio justo e solidário.

A Rede de Saúde Mental e Economia Solidária vai agendar reunião para ver como contribuir com a tramitação do Projeto de Lei favorecendo sua aprovação.

PROJETO DE LEI Nº 265/11

Dispõe sobre a criação do Centro de Comercialização Solidário nas estações da Companhia do Metropolitano de São Paulo – Metrô, e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – CPTM, e dá outras providências.

A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE SÃO PAULO DECRETA:

Artigo 1º – Fica criado o Centro de Comercialização Solidário nas estações da Companhia Metropolitana de São Paulo – Metrô, bem como, nas estações da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – CPTM.

Parágrafo único – Cada Centro de Comercialização Solidário será constituído por no mínimo 10 (dez) empreendimentos.

Artigo 2º – Participarão da concessão de uso gratuito do Centro de Comercialização Solidário os seguintes tipos de empreendimentos:

I – cooperativas;

II – agricultura familiar;

III – grupos de economia solidária;

IV – grupos da rede de saúde mental;

V – empresas autogestionárias;

VI – associações;

VII – grupos de produção;

VIII – clubes de trocas;

IX – grupos formados por micro-empreendedores individuais.

Artigo 3º – É obrigatório aos empreendimentos e grupos de economia solidária atender aos princípios do comércio justo e solidário, conforme determina o decreto da União nº 7358, de 17 de novembro de 2010.

Artigo 4º – As despesas decorrentes da aplicação desta lei correrão por conta de dotações orçamentárias próprias.

Artigo 5º – Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.

JUSTIFICATIVA

 Objetiva a presente propositura incentivar e fortalecer os princípios do cooperativismo autêntico e da economia solidária, promovendo o desenvolvimento e gerando a criação de novos postos de trabalho e renda para os trabalhadores e as pessoas em situação de exclusão.

A economia solidária resgata as lutas históricas dos trabalhadores que tiveram origem no início do século XIX, sob a forma de cooperativismo, como uma das formas de resistência contra o avanço avassalador do capitalismo industrial. No Brasil, ela ressurge no final do século XX como resposta dos trabalhadores às novas formas de exclusão e exploração no mundo do trabalho.

A economia solidária se expandiu a partir de instituições e entidades que apoiavam iniciativas associativas comunitárias e pela constituição e articulação de cooperativas populares, redes de produção e comercialização, feiras de cooperativismo e economia solidária, etc. Atualmente, a economia solidária tem se articulado em vários fóruns locais e regionais, resultando na criação do Fórum Brasileiro de Economia Solidária. Hoje, além do Fórum Brasileiro, existem 27 fóruns estaduais com milhares de participantes (empreendimentos, entidades de apoio e rede de gestores públicos de economia solidária) em todo o território brasileiro. Foram fortalecidas ligas e uniões de empreendimentos econômicos solidários e foram criadas novas organizações de abrangência nacional.

A economia solidária também vem recebendo, nos últimos anos, crescente apoio de governos municipais e estaduais. O número de programas de economia solidária tem aumentado, com destaque para os bancos do povo, empreendedorismo popular solidário, capacitação, centros populares de comercialização etc. Fruto do intercâmbio dessas iniciativas, existe hoje um movimento de articulação dos gestores públicos para promover troca de experiências e o fortalecimento das políticas públicas de economia solidária.

Dá apoio aos empreendimentos e às cooperativas ampliarão a participação, bem como, o desenvolvimento economico e social, como elementos fundamentais para a real inclusão dos trabalhadores e das relações sociais e comerciais.

Pelos fatos expostos e pela relevância do tema “economia solidária”, contamos com o apoio dos nobres pares para a aprovação da presente propositura por se tratar de grande interesse público.

Sala das Sessões, em 6/4/2011

 Deputado Estadual Carlos Grana


Nesse, sábado Feira de Natal – IV Feira de Saúde Mental e ECOSOL

13/12/2010

Nesse sábado, dia 18 de dezembro, a Rede de Saúde Mental e ECOSOL realiza a Feira de Natal – IV Feira de Saúde Mental e ECOSOL, na Escola de Enfermagem da USP, na frente do Metrô Clínicas em São Paulo. Fácil de chegar e só vir e passar uma tarde com muita alegria.

Nessa reta final, precisamos de sua ajuda para divulgar nossa Feira e trazer seus amigos e familiares. Faça um Natal diferente, consuma produtos de nossos projetos/empreendimentos e fortaleça o protagonismo e autonomia dos usuários de saúde mental.

Faça um Consumo Consciente e Fortaleça o Comércio Justo e Soldário!!!


Projetos Terapêuticos divulga: Feira de Natal – IV Feira de Saúde Mental e ECOSOL

02/12/2010

O Projetos Terapêuticos mais uma vez contribui com o processo de divulgação das atividades da Rede de Saúde Mental e Economia Solidária. Veja a matéria que saiu na página do Projetos Terapêuticos:

Feira de Natal – IV Feira de Saúde Mental e ECOSOL
18 de dezembro – Escola de Enfermagem da USP (metrô Clínicas)

A Rede de Saúde Mental e Economia Solidária realiza a IV Feira de Saúde Mental e ECOSOL no dia 18 de dezembro. A Feira começa às 11 horas na Escola de Enfermagem da USP e contará com apresentações culturais, tenda cultural com exposições e livraria, espaço de formação, praça de alimentação e diversidade de produtos artesanais. Tudo produzido nos projetos e empreendimentos econômicos e solidários da Saúde Mental.

Nesse Natal presenteie seus familiares, amigos, namoradas (os) com nossos produtos!!  Venha se divertir e, neste Natal,  pratique o  consumo consciente e fortaleça o Comércio Justo e Solidário.

Acesse mais informações no site da Rede saudeecosol

http://www.projetosterapeuticos.com.br/agenda01.php?id=554