II Curso de Multiplicadores em Saúde Mental e Economia Solidária – Escola de Enfermagem da USP

06/08/2012

II Curso de Multiplicadores em Saúde Mental e Economia Solidária

Faça sua Inscrição – Clique Aqui (Até o dia 17 de Agosto)

1.     Coordenação Acadêmica

Prof.ª Dr.ª Ana Luisa Aranha e Silva

Prof.ª Dr.ª Sônia Barros

Prof.ª Dr.ª Márcia Aparecida Ferreira de Oliveira

Prof.ª Dr.ª Maria Fernanda de Sílvio Nicácio

2.     Coordenação Técnica

Anna Luiza Monteiro de Barros

Marília Capponi

Leonardo Penafiel Pinho

2.     Período

25 de agosto, 01, 15 e 22 de setembro de 2012 – aos sábados, das 08:00 às 12:00 horas e das 14:00 às 18:00 horas (04 sábados).

3.     Critério de aprovação

Freqüência mínima de 85% do curso (27 horas).

4.     Finalidade do Curso

Formar educadores sociais que multiplicarão conhecimentos e tecnologias sociais junto aos projetos de geração de trabalho e renda, na perspectiva da Economia Solidária, uma perspectiva teórica e prática emergente e inovadora no campo da saúde mental e da reforma psiquiátrica brasileira.

5.     Objetivos do Curso

  1. Capacitar agentes multiplicadores da saúde mental e economia solidária a partir de um processo combinado de leituras, exposição com especialistas por meio de dinâmicas e processos coletivos de reflexão.
  2. Promover um campo de trocas e confiança entre os participantes.
  3. Planejar as ações práticas para fortalecimento dos empreendimentos econômicos solidários.
  4. Sintetizar os resultados dos grupos de trabalho na perspectiva da superação das vulnerabilidades dos projetos.

Programa do Curso

TEMA

CONTEÚDO

MINISTRANTE

25 / 08 /   2012Trabalho e LoucuraCarga horária: 08 horas 8:00 às 12:00 horas: A relação histórica do trabalho com a   loucura14:00 às 18:00 horas: Reforma Psiquiátrica brasileira

Prof.ª Dr.ª Fernanda Nicácio

Convidados

01 / 09 /   2012Trabalho como direitoCarga horária: 08 horas 8:00 às 12:00: Usuário-trabalhador ou trabalhador que é   usuário de serviços de saúde mental?14:00 às 18:00 horas: O encontro entre SM e ECOSOL

Prof.ª Dr.ª Ana Luisa Aranha e Silva

Marília Capponi

15 / 09 /   2012Introdução à Economia SolidáriaCarga horária: 08 horas 8:00 às 12:00 horas e das 14:00 às 18:00 horas: Economia   Solidária: diretrizes políticas, conceitos básicos e forma de organização do   trabalho.

Leonardo Penafiel Pinho

Convidados

22 / 09 /   2012Trabalho associado e solidárioAtlas de Economia Solidária: tipificação dos   empreendimentos e formação de cadeias produtivas

Carga horária: 08 horas

8:00 às 12:00 horas: Cooperativismo Social14:00 às 18:00 horas: A Rede de Saúde Mental e ECOSOL: desafios   e próximos passos

Prof.ª Dr.ª Fernanda Nicácio

Leonardo Penafiel Pinho

CARGA   HORÁRIA TOTAL: 32 horas

 


Anúncios

Carta Prof. da USP – IV Feira de Saúde Mental e ECOSOL

19/12/2010

Abaixo reproduzimos a Carta lida por professores da Universidade de São Paulo, durante a realização da IV Feira de Saúde Mental e ECOSOL. A Rede de Saúde Mental e ECOSOL quer agradecer todo o apoio recebido pela Escola de Enfermagem da USP, que tem sido palco de nossas principais atividades, como cursos de formação e diversas Feiras.

Agradecemos especialmente: Prof. Dra. Ana Luisa Aranha, Prof. Dra. Sonia Barros e Prof. Dra. Marcia Aparecida que tanto tem ajudado nossas ações, além é claro de ter sido fundamentais conceitualmente em nosa formação enquanto Rede e no debate do cooperativismo social.

Carta lida pela Prof. Dra Marcia Aparecida Ferreira de Oliveira

Boa Tarde a todos e a todas,

É muito bom estar aqui todos juntos!

No presente momento, diante da emergência de novos atores sociais e de demandas culturais e de extensão universitária tão abrangentes, tão múltiplas e tão inéditas, a universidade pública precisa abrir-se a superação de barreiras herdadas pela tradição, devendo acolher as mais diversificadas manifestações da cultura, propiciando condições para o respeito e tolerância às diferenças.

Assim, a IV Feira de Saúde Mental e ECOSOL vem preencher um espaço importante na universidade pública, hoje, valorizada pela nossa Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária.

Oxalá na próxima possamos contar com o apoio desta Pró Reitoria em todos os seus aspectos.

E, por um Comércio Justo e Solidário e por um Consumo Consciente.

Professor@s:

Prof. Dra. Maria Arminda do Nascimento Arruda – Pró Reitora de Cultura e Extensão Universitária da USP

Prof. Dra. Isilia Aparecida Silva – Diretora da Escola de Enfermagem da USP

Prof. Dra. Marcia Aparecida Ferreira de Oliveira – Comissão de Cultura e Extensão Universitária da EEUSP (Escola de Enfermagem)

Área de Saúde Mental da EEUSP:

Prof. Dra Sonia Barros

Prof. Dra. Ana Luisa Aranha e Silva

Prof. Dra. Ana Marcia Machado

Prof. Dra. Luciana de Almeida Crevero

Prof. Dr. Divane de Vargas


Benedetto Saraceno em SP: Fortalecer a Reforma Psiquiatrica no Brasil é fortalecer a OMS

29/06/2009

benedetto saracenoO Encontro Estadual de Saúde Mental de SP:  Efetivar a Desinstitucionalização: Desafios para a Reforma Psiquiátrica no Estado de São Paulo, organizado pelo GTAE (Secretaria Estadual de Saúde) foi um importante espaço para reafirmar o processo de desinstitucionalização vivido em nosso país. Mais de 800 pessoas se reuniram no auditório do Fecomércio a fim de ouvir as duas conferências proferidas pelo Dr. Benedetto Saraceno, Diretor de Saúde Mental e Abuso de Substâncias da OMS.

Durante sua exposição Saraceno não deixou dúvidas em sua visão acerca do tratamento na saúde mental, ao afirmar que hospital não pode ser o centro do sistema de atendimento em saúde mental. Acrescentou que a reorientação do modelo de atendimento provoca críticas por demandar formulações inovadoras e mais complexas.

Durante as duas conferências Saraceno reafirmou o processo da reforma psiquiátrica brasileira. Afirmando que: Fortalecer a Reforma Psíquiatrica brasileira é fortalecer a Organização Mundial de Saúde. Fazendo destaque a expansão da rede pública de saúde mental de base comunitária no Brasil como experiência de sucesso e de forte impacto social, que se fortalece por ter sido adotada pelo Sistema Único de Saúde.

Além das conferências em São Paulo, Saraceno esteve com o Ministro da Saúde, José Gomes Temporão e participou de um Seminário em Recife, que contou com mais de 1000 pessoas vindas de diversos Estados da Região Nordeste do país.

Leia as matérias no Portal da Saúde (Ministério da Saúde):

Seminário Estadual da Rede de Atenção Psicossocial de São Paulo

Seminário de Saúde Mental do Nordeste


ENCONTRO ESTADUAL DE SAÚDE MENTAL: EFETIVAR A DESINSTITUCIONALIZAÇÃO

16/06/2009

EFETIVAR A DESINSTITUCIONALIZAÇÃO: DESAFIOS PARA A REFORMA PSIQUIÁTRICA NO ESTADO DE SÃO PAULO.

Com a presença:

 

 

 

Conferencista: Dr. Benedetto Saraceno. Diretor do Departamento de Saúde Mental e Dependência de Substâncias da Organização Mundial da Saúde.

 

 

Data: 26 de junho de 2009

Horário: 08:00h às 17:00h

Local: FECOMERCIO- Teatro Raul Cortez
Av. Dr. Plínio Barreto, 285 Bela Vista
São Paulo- SP

A institucionalização, por longos períodos de tempo, de pessoas com transtornos mentais nos hospitais psiquiátricos constitui, na atualidade, um dos principais desafios da Reforma Psiquiátrica em curso no âmbito do Sistema Único de Saúde. O resgate dos direitos dessas pessoas depende fundamentalmente do esforço a ser empreendido por gestores, trabalhadores de saúde mental, docentes, pesquisadores, associações de usuários e familiares, instâncias do controle social do SUS e parceiros de projetos intersetoriais de políticas públicas para a construção e o fortalecimento das redes de atenção psicossocial, capazes de produzir iniciativas solidárias e inclusivas no contexto de uma sociedade mais justa. A realização deste Encontro, com a presença do Diretor do Departamento de Saúde Mental e Dependência de Substâncias da Organização Mundial da Saúde, tem como objetivo a reflexão conjunta sobre as diretrizes da política de Saúde Mental e o desenvolvimento, no Estado de São Paulo, das ações de desinstitucionalização que permitam “Viver na cidade, habitar uma casa, respirar liberdade”. 

Promoção:
Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo

Apoio: Ministério da Saúde e Programa de Pós-Graduação da Escola de Enfermagem da USP

Comissão Organizadora:
Sônia Barros
Regina Bichaff
Márcia Aparecida Ferreira de Oliveira
Aurea Aparecida Domingues
Mirsa Elisabeth Dellosi
Fernanda Nicacio
Vanessa Ruiz
Denis Zanini Lima
Karime Fonseca

Para visualizar a programação clique aqui

Para inscrição, preencha a ficha e encaminhe como anexo para o e-mail: gtae@saude.sp.gov.br


I Feira de Saúde Mental e ECOSOL: Supera todas as expectativas!

30/05/2009

Abertura Feira - Cordão BibiTantã

A I Feira começou com a Dra. Ana Luisa Aranha e Silva e Dra. Sônia Barros entregando os 58 Certificados do Curso de Multiplicadores em Saúde Mental e ECOSOL. Logo após se realizou o ato de lançamento da Moeda Social QUALQUER, onde Sebastião (Projeto Tear) falou sobre o processo de escolha de nossa Moeda, afirmando que nossa Feira é composta de QUALQUER pessoa, sem discriminação e com muita diversidade.

Após o lançamento da Moeda QUALQUER o Cordão Carnavalesco BibiTantã deu início a tarde de apresentações culturais e celebração da Semana da Luta Antimanicomial. Durante todo o dia e começo da noite a cultura e a diversidade foram celebradas, através do grupo Luis Groove, da apresentação da banda King Rassan, do DJ Nenê, da Dança Cigana do CECCO Bacuri e da Ala Loucos pela X, que fechou o evento com muito samba no pé e grandes alegorias. Circularam pela Feira um público estimado em 500 pessoas, entre o público da saúde mental e transeunstes da região da EEUSP.

A I Feira de Saúde Mental e ECOSOL superou todas as expectativas; ainda mais quando tivemos que mudar o local pelo crescimento de inscrições dos projetos de trabalho e renda. Em nossa lista de emails as manifestações de sucesso e disposição para realizar outras Feiras foram a tônica nesses dias que sucederam a realização da Feira.

A I Feira teve um forte protagonismo dos trabalhadores que são usuários da Rede de Saúde Mental do Estado de São Paulo; mostrando o acerto da Rede em focar sua organização nos projetos de trabalho e renda, organizados coletivamente entre usuários, familiares e técnicos da saúde mental.

O fluxo econômico diferenciado que circulou na I Feira foi uma outra surpresa, girando Q$ 6000,00, o que nos mostrou a potencialidade para a realização de Feiras e outras iniciativas de comercialização em REDE.

Agradecemos os parceiros que acreditaram na Rede de Saúde Mental e ECOSOL: CRP-SP, Secretaria Estadual de Saúde, Escola de Enfermagem da USP, Associação Vida em Ação, Associação Franco Basaglia, Fórum Paulista de ECOSOL. Também agradecemos o incentivo aos projetos das prefeituras de Santana do Parnaíba, Embú das Artes, São Carlos, Santa Rita do Passa Quatro e Suzano que disponibilizaram transporte para a locomoção dos projetos de geração de trabalho e renda.

Albúns de Fotos I Feira de Saúde Mental e ECOSOL


Livro: Desafios para a desinstitucionalização: Censo Psicossocial dos moradores em Hospitais Psiquiátricos do Estado de São Paulo

07/05/2009
Cartaz_Censo_PsicossocialA Secretaria Estadual de Saúde, através da coordenação de Sonia Barros e Regina Bichaff lançou recentemente o Livro: Desafios para a Desinstitucionalização.

As autoras dos textos:

Ana Luisa Aranha
Ana Maria Fernandes Pitta
Elaine Maria Covre
Jussara Chavarski de Souza
Márcia Aparecida Ferreira de Oliveira
Maria Fernanda de Silvio Nicácio
Maura de Souza Vasco
Mirsa Elisabeth Dellosi
Regina Bichaff
Sônia Barros

Como afirma, “Um censo psicossocial de moradores em hospitais psiquiátricos, doravante denominado Censo, foi a escolha metodológica definida pelo GTAE/CPS/SES-SP para a construção de uma proposta de desinstitucionalização de pacientes de longa permanência dos hospitais psiquiátricos”.

O Censo identificou 6349 moradores, de um universo informado de 6542.
A publicação desse é um importante instrumento de promoção de um processo mais profundo de desinstitucionalização, para esses moradores com larga permanência em hospitais psiquiátricos.