Feira Solidária em Defesa do SUS, 06 de outubro na Paulista

13/09/2012

A Rede Estadual de Saúde Mental e ECOSOL vai realizar mais uma Feira Solidária na Av. Paulista, dia 06 de outubro.

A temática de nossa FEIRA será em Defesa do Sistema Único de Saúde. Um dia antes das eleições municipais, vamos dar o nosso Recado.

Nossa alegria, nossas apresentações culturais e nossos produtos artesanais mostraram toda a potencialidade criativa e produtiva dos usuários.

Vamos reivindicar mais recursos para o SUS, para a ampliação da Rede de CAPS e Cecco´s e pela criação de uma Política Pública Nacional para o financiamento das Oficinas/ Projetos e Empreendimentos que Promovem a Inclusão Social pelo Trabalho.

Divulgue e Participe!!! Venha prestigiar nossa FEIRA e ajude-nos a dar esse RECADO – Por um SUS Público e de Qualidade!!


Feira dos Pais na Paulista, dia 04 de Agosto

08/07/2012

Tá chegando!!! Dia 04 de Agosto a Rede Estadual de Saúde Mental e Economia Solidária vai realizar mais um de suas Feiras Solidárias. Traga sua família e suas amigas e amigos venha participar conosco de nossa Feira dos Pais na Paulista. Aproveite e Compre seu Presente!!

Fortaleça o Comércio Justo e Solidário!!! Fortaleça a Inclusão Social pelo Trabalho!!!


Acaba de ser Aprovado a Regulamentação das Cooperativas de Trabalho e a Criação do PRONACOOP

27/06/2012

Vejam as matérias na Página da UNISOL Brasil e da Câmara Federal dos Deputados sobre a aprovação PL (Projeto de Lei) 4622/2004, que regulamenta as cooperativas de trabalho e cria o PRONACOOP.

Acaba de ser aprovado o projeto que regulamenta as cooperativas

TERÇA-FEIRA, 26 JUNHO 2012

A Câmara dos Deputados, em Brasília, acaba de aprovar o PL (Projeto de Lei) 4622/2004, que regulamenta as cooperativas de trabalho, produção e serviço. A UNISOL Brasil vê a iniciativa com grande alegria e entusiasmo, já que a entidade luta há nove anos para que a lei saia do papel. Na tarde de ontem, dia 26, ficou estabelecido que o projeto seria o primeiro a ser votado na pauta do dia.

Em clima de vitória, à aprovação é mais que uma conquista das entidades de representação do cooperativismo e da Economia Solidária no Brasil. Agora o documento será encaminhado a presidente da República, Dilma Rousseff, para ser sancionado.

“A UNISOL Brasil, ao lado das entidades de classe e dos empreendimentos de todo o País, uniu forças para que o PL fosse aprovado, ciente de que este será um grande passo rumo ao desenvolvimento justo e solidário”, afirmou o diretor presidente da UNISOL Brasil, Arildo Mota Lopes.

 ************************************************

Câmara aprova regras para funcionamento de cooperativas de trabalho

O Plenário aprovou há pouco, em votação simbólica, proposta que define normas para a organização e o funcionamento das cooperativas de trabalho no País. O texto aprovado cria o Programa Nacional de Fomento às Cooperativas de Trabalho (Pronacoop) e garante ao profissional cooperado direito aos repousos semanal e anual remunerado, ao seguro de acidente de trabalho, além de assegurar uma jornada máxima de oito horas diárias e 44 semanais e o pagamento de horas extras.

As novas regras pretendem impedir fraudes, como a criação de cooperativas para intermediar mão de obra terceirizada. Essa prática é utilizada para fazer contratações sem carteira assinada, o que deixa os profissionais sem direitos trabalhistas.

O texto aprovado acolhe emendas do Senado à proposta deliberada pela Câmara em 2008, que substituiu o Projeto de Lei 4622/04, do deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS), e outros apensados.

Segundo a proposta, as cooperativas de trabalho também devem respeitar a Política Nacional de Cooperativismo (Lei 5.764/71) e o Código Civil (Lei 10.406/02).

Os deputados continuam analisando as propostas que estão na pauta do Plenário.

Continue acompanhando essa cobertura.


Relato Encontro entre as Cooperativas Brasil – Itália

23/05/2012

No dia 22 de maio, na sede da OCESP-SP (Organização das Cooperativas do Estado de São Paulo), houve um Encontro entre as Cooperativas Brasil – Itália. Com representantes de diversos segmentos cooperativos italianos e brasileiros.

A mesa de abertura foi composta por:

Aliança Internacional das Cooperativas

LEGACOOP – Itália

OCESP – OCB

UNISOL Brasil

Foi apresentado as experiências de organização das Cooperativas no Brasil, a OCESP-OCB e a Central de Cooperativas e Empreendimentos Solidários UNISOL Brasil.

Logo, após o representante da LEGACOOP, Giorgio Bertinelli, apresentou os dados do Cooperativismo Italiano e a perspectiva atual de unificação das três centrais de cooperativas italianas, na criação da Aliança das Cooperativas Italianas. Leiam a apresentação de Giorgio sobre o Cooperativismo Italiano: Apresentação Legacoop (clique aqui).

Durante o Encontro estabelecemos contato com uma Rede de Acolhimento Turistico de Empreendedores Sociais, composto por cooperativas sociais italianas, chamada Le Matwww.lemat.itwww.viaggiatorisociali.net

Dados Apresentados sobre a Legacoop Sociali (Cooperativas Sociais) que representam as cooperativas que promovem a Inclusão Social pelo Trabalho de egressos do sistema prisional, de pessoas acometidas por transtorno mental, uso abusivo de alcool e drogas, imigrantes, jovens em risco social):

Dados 2010/2011:

Atualmente existem na Itália filiadas a Legacoop Sociali 2274 cooperativas sociais com 99.490 membros, que promovem a Inclusão Social pelo Trabalho.

Importante vermos a importância econômica desse setor na Itália, que evidencia, que Dá Para Fazer, basta em nosso País, ter prioridade nas políticas públicas em apoiar o Cooperativismo Social e processo de Inclusão Social pelo Trabalho.


Feira das Mães na Paulista dia 12 de Maio

18/04/2012

Os empreendimentos, oficinas e projetos de trabalho da Rede Estadual de Saúde Mental e ECOSOL vão realizar dia 12 de Maio a Feira das Mães na Paulista.

Seja um Multiplicador, envie para suas listas e para todos seus amigos e amigas!!!

Dê presentes que promovem a Inclusão Social pelo Trabalho e o Comércio Justo e Solidário!!

Arte produzida pelo Empreendimento Solidário Mentes Estúdio


Novidades da ECOSOL: Leia o Jornal da UNISOL Brasil

29/03/2012

Fique por dentro das novidades dos empreendimentos econômicos solidários e das novas cadeias produtivas que tem construído Uma Nova Economia e uma Nova Sociabilidade em nosso país. Leia e Divulguemo Jornal da UNISOL Brasil.

Na edição número 13, de janeiro e fevereiro de 2012, você encontrará as notícias: Pelo bem da mãe natureza; Coopersalto trilha caminho de sucesso baseada nos moldes cooperativista; Ano das Cooperativas promete importante ações em todo o Brasil; Empreendimentos do Espírito Santo recebem visita do projeto Brasil Local; Coopertrim planeja ações para 2012 ao lado de importantes Parceiros; Convênio com apicultores aumentará venda de mel no País e no exterior; Cadeia Binacional do PET tem novos avanços, entre outras informações.

A versão on line do jornal pode ser acessada clicando aqui.


Matéria da Assembléia Legislativa – Lançamento da Frente Parlamentar de ECOSOL

03/03/2012

Frente em favor da economia solidária será retomada

Objetivo é instituição de política pública que independa da mudança de governantes

Da Redação

Parlamentares do Partido dos Trabalhadores vão retomar as atividades da Frente Parlamentar da Economia Solidária. A informação foi divulgada nesta sexta-feira, 2/3, durante encontro que reuniu, na Assembleia Legislativa, representantes de entidades ligadas à sociedade civil, pequenos produtores, grupos de comercialização e prestação de serviços que atuam em forma de autogestão cooperativa.

O evento, que debateu as perspectivas e os desafios da economia solidária, foi realizado pelo Fórum Paulista de Economia Solidária, com o apoio da Liderança do PT. Na abertura do encontro, o deputado Simão Pedro (PT) lembrou a atuação da Frente Parlamentar da Economia Solidária, originariamente criada em 2003, e coordenada por ele. Em sua nova edição, a frente será presidida por Carlos Grana e terá como vice-presidente Luiz Claudio Marcolino, ambos do PT.

Simão Pedro é também autor do projeto que resultou na Lei 14.651, que cria o Programa Estadual de Apoio à Economia Solidária. “Nosso desafio agora é regulamentar a lei, e acredito que este fórum vai dar uma força para que tenhamos um instrumento para cobrar essa legislação do governador”, ele afirmou.

O parlamentar lembrou ainda a importância de serem aprovadas outras medidas, como a lei sobre cooperativismo que tramita no Congresso Nacional, “para que a legislação dialogue com a nova realidade da economia popular”.

Para a retomada da frente parlamentar, que já conta com a adesão e o apoiamento de 20 deputados, Carlos Grana espera uma participação intensa da sociedade civil e das centrais de empreendedores. “Precisamos fazer com que o Estado viabilize recursos para o fomento da economia solidária”, propôs.

A importância da concessão de créditos para esses empreendedores foi lembrada por Luiz Claudio Marcolino. Para ele, os desafios que devem orientar os trabalhos da frente, além de um sistema viável de financiamento, são a comercialização “e a transformação da economia solidária em uma política pública, que independa da mudança de governantes”.

No debate entre representantes de entidades, foram discutidas questões como a coleta seletiva e a importância da atuação dos catadores do lixo, a necessidade de a economia solidária ter caráter inclusivo e estratégias para a autonomia da mulher.

Também participaram do evento o senador Eduardo Suplicy (PT/SP) e o titular da Secretaria Nacional de Economia Solidária do Ministério do Trabalho e Emprego, Paul Singer. O secretário informou que está sendo articulada a criação do Observatório do Cooperativismo, no âmbito do Mercosul. O órgão tem como proposta reunir dados que orientem os empreendedores da economia solidária na definição de áreas de atuação que, ao contemplar demandas não atendidas da sociedade, tornem as iniciativas economicamente viáveis. (MLF)