06 de Outubro na Paulista – Feira em Defesa do SUS

17/09/2012

No sábado dia 06 de outubro projetos e empreendimentos que promovem a Inclusão Social pelo Trabalho irão novamente estar no Parque Mário Covas realizando nossa Feira Solidária.

Um dia antes das eleições venha junto com a Gente dar um Recado em Defesa do Sistema Único de Saúde (SUS).

Produtos Artesanais, Alimentícios e Apresentações Culturais durante todo o dia!!!

Faça um Consumo Consciente! Consuma Produtos dos Projetos, Oficinas de nossa Rede Estadual de Saúde Mental e ECOSOL!!

Anúncios

Manual de Controle Social, uma ferramenta para Fortalecer o SUS

31/03/2012

O Manual Controle Social dos Serviços Públicos e a Garantia de Direitos é uma importante ferramenta para aqueles que acreditam no fortalecimento do espaço público.

Para fortalecermos o SUS (Sistema Único de Saúde) e a Reforma Psiquiátrica Antimanicomial, além de reivindicar mais verbas, mais equipamentos públicos, precisamos participar, acompanhar as ações do poder público e fazer o controle social das políticas públicas. Participe da Construção dessa Conquista Cidadã o SUS!

Leiam: Manual Controle Social dos Serviços Públicos


Lista Final – Ônibus – SP – Primavera da Saúde em Brasília

23/09/2011

Horário de Saída do Ônibus: 15h30 – (sem atrasos)

Local: em frente ao CRP-SP – Rua Arruda Alvim, 89 (a0 lado do Metrô Clínicas)

Dia: 26 de setembro (segunda-feira)

Os R$ 10 serão cobrados no embarque no ônibus

O que levar: Uma muda de roupa/ Material de Higiene Pessoal (toalha de banho, sabonete, shampoo, escova e pasta de dente). Levar mais dinheiro para emergência ou para consumo nas paradas do ônibus.

Boa Viagem a Todas e Todos!!!

Lista FINAL para Ônibus SP – Primavera da Saúde:

  1. Alexander Carlos Lima
  2. ANA TORRES DE LARA
  3. ANTONIO NUNES FREIRE
  4. Aparecida Benedita Gomes de Toledo
  5. Aurina Pereira de Moraes
  6. Carlos Alberto monteiro salles
  7. carlos eduardo ferreira
  8. cassia maria basso
  9. Cecilia Hitomi Myamoto
  10. Creuza Florinda da Silva
  11. Dora Martins dos Santos
  12. Edilson Augusto dos Santos
  13. Geraldo Magella Valentim
  14. Gildásio Ferreira Braga
  15. Gilmar de Almeida
  16. ivani spina micheloni
  17. Lauro martins
  18. Leonardo Pinho
  19. Ligia helena Goertz Barreto
  20. Lucio Costa
  21. Magali Lopes
  22. Marcelo Soares Vilhanueva
  23. Marcio Ademar Xavier Cano
  24. Maria Araci dos Santos
  25. Maria do Socorro Araújo da Silva
  26. Maria dos Santos Danelon
  27. Maria Silva Lima de Arruda
  28. Mario Alexandre Moro
  29. Marlene Paulo dos Santos
  30. Maurício Silva Lima
  31. Mauro Sergio Jose
  32. Monica Elena Izquierdo
  33. Nelci Batista de Souza
  34. Regina Celia Pedrosa Vieira
  35. Risonete Fernandes da Costa
  36. Ronaldo Ledo de Oliveira
  37. Shirley Maria de Almeida
  38. simone ridolfi teixeira
  39. Sônia Maria Fernandes
  40. Valdelina Ferreira Fagundes

Últimos dias da Inscrição para o Ônibus de SP para #PrimaveradaSaúde em Brasília

20/09/2011
Movimento de Luta Antimanicomial de SP organiza ônibus para grande festa da #PrimaveradaSaúde em Brasília.

da Frente Estadual Antimanicomial – SP

A Frente Estadual Antimanicomial de São Paulo conseguiu com apoio do CRP-SP um ônibus para participarmos do importante abraço ao Palácio do Planalto, no dia 27 de setembro, chamado pelo Movimento Primavera da Saúde.

A primeira atividade da jornada de mobilização da “Primavera da Saúde” será a realização de um abraço ao Palácio do Planalto, previsto para o próximo dia 27 de setembro, onde os militantes do SUS presentearão com flores a presidenta Dilma, numa demonstração de que ela terá todo o apoio da sociedade e dos movimentos e entidades que lutam em defesa do SUS para cumprir o seu compromisso de campanha, registrado no programa de governo protocolado no TSE e reafirmado em seu discurso de posse, e regulamentar a emenda 29. O ato começa às 10h. Já o abraço ao Congresso está marcado para às 11h30.

Quer ir a Brasília Defender o Sistema Único de Saúde e a Reforma Psiquiátrica Antimanicomial?

Faça a Inscrição para o Ônibus organizado pela Frente Estadual Antimanicomial – SP (clique aqui)

Saída de São Paulo – Dia 26 de setembro

Taxa para Água e Imprevistos no Caminho: R$ 10,00

Prazo Final para Inscrições: 23 de Setembro

Resultado dos Selecionados: 24 de Setembro

Vamos selecionar as pessoas levando em consideração equilibrio entre os diversos segmentos (usuários, técnico e gestor), diversidade de cidades, movimentos e entidades. Bem como, ter representação Intersetoriais.

Página da Primavera da Saúde:

http://www.primaveradasaude.net.br


Inscrição Ônibus para a Primavera da Saúde, dia 27 de Setembro em Brasília

14/09/2011

A Rede de Saúde Mental e Economia Solidária participa da Frente Estadual Antimanicomial de São Paulo que conseguiu com apoio do CRP-SP um ônibus para participarmos do importante abraço ao Palácio do Planalto, no dia 27 de setembro, chamado pelo Movimento Primavera da Saúde.

A primeira atividade da jornada de mobilização da “Primavera da Saúde” será a realização de um abraço ao Palácio do Planalto, previsto para o próximo dia 27 de setembro, onde os militantes do SUS presentearão com flores a presidenta Dilma, numa demonstração de que ela terá todo o apoio da sociedade e dos movimentos e entidades que lutam em defesa do SUS para cumprir o seu compromisso de campanha, registrado no programa de governo protocolado no TSE e reafirmado em seu discurso de posse, e regulamentar a emenda 29. O ato começa às 10h. Já o abraço ao Congresso está marcado para às 11h30.

Quer ir a Brasília Defender o Sistema Único de Saúde e a Reforma Psiquiátrica Antimanicomial?

Faça a Inscrição para o Ônibus organizado pela Frente Estadual Antimanicomial – SP (clique aqui)

Saída de São Paulo – Dia 26 de setembro

Taxa para Água e Imprevistos no Caminho: R$ 10,00

Prazo Final para Inscrições: 23 de Setembro

Resultado dos Selecionados: 24 de Setembro

Outras Informações, dúvidas: saudeecosol@gmail.com

Vamos selecionar as pessoas levando em consideração equilibrio entre os diversos segmentos (usuários, técnico e gestor), diversidade de cidades, movimentos e entidades. Bem como, ter representação Intersetoriais.

Página da Primavera da Saúde:

http://www.primaveradasaude.net.br


Participe, próxima terça, Bate-Papo na Internet sobre a Emenda 29 (mais recursos SUS)

07/09/2011

Agência Câmara promoverá chat sobre regulamentação da Emenda 29

Agência Câmara de Notícias

Entidades do setor reclamam que alguns estados contabilizam despesas com saneamento e até com o Bolsa Família como gastos em saúde. Projeto em análise na Câmara lista ações que podem ou não ser incluídas na rubrica da saúde, mas especialistas afirmam que a lista é subjetiva

Darcísio Perondi

A Agência Câmara de Notícias realizará na próxima terça-feira (13), às 15 horas, um bate-papo pela internet com o coordenador da Frente Parlamentar da Saúde, deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS), para debater a regulamentação da Emenda Constitucional 29, que fixa percentuais mínimos a serem aplicados em saúde por estados, municípios, Distrito Federal e União.

A regulamentação da emenda tramita na forma do Projeto de Lei Complementar (PLP) 306/08, do Senado, cujo texto-base já foi aprovado na forma de substitutivo pelo Plenário em 2008, mas a votação ainda não foi concluída. Os deputados ainda precisam votar um destaque apresentado pelo DEM, que pretende retirar do texto a parte que prevê a criação de um novo imposto: a Contribuição Social da Saúde, que seria cobrada nos moldes da extinta CPMF, mas com alíquota menor. Líderes partidários entraram em acordo para finalizar a votação no próximo dia 28 de setembro.

De acordo com o texto aprovado, além da obrigação de destinar à área de saúde o valor empenhado no Orçamento do ano anterior, acrescido da variação nominal do Produto Interno Bruto (PIB), como ocorre hoje, o governo federal passaria a contar com a CSS, que terá caráter permanente e estará totalmente vinculada a ações e serviços públicos de saúde. No entanto, por não serem computados no piso constitucional, os recursos arrecadados pela CSS, que terá alíquota de 0,1%, não terão obrigatoriedade de aplicação e poderão servir apenas para compor o superavit primário.]

Perondi é contra a recriação da CPMF

A regulamentação da Emenda 29 será discutida em comissão geral da Câmara.

Por outro lado, o projeto original, do Senado, estabelece que a União aplicará anualmente em ações e serviços públicos de saúde o equivalente a no mínimo 10% das receitas correntes brutas. Atualmente, a União está obrigada apenas a aplicar em saúde, no mínimo, o mesmo valor destinado no ano anterior mais a variação do PIB.

Estados e municípios
Em relação a estados e municípios, o texto constitucional não foi alterado. Os estados deverão aplicar no mínimo 12% da receita corrente bruta, e os municípios, 15%. O Distrito Federal deverá aplicar 12% ou 15%, conforme a origem da receita, que pode ser de um imposto de base estadual ou municipal.

Para Perondi, a Câmara deve aprovar o texto sem a criação do novo imposto. “Entendemos que a regulamentação da Emenda 29 não implica gasto adicional ao governo e, por isso, devemos votar contra a criação da CSS”, afirmou. Ele sustenta que aumentar os recursos destinados à saúde é uma questão de prioridade. “O governo pode optar por rever certas escolhas, como investir no trem-bala, em cargos em comissão, na usina de Belo Monte”, argumentou.

O deputado, no entanto, comemorou o fato de a presidente Dilma Rousseff ter começado a sinalizar mais preocupação com a proposta. “Gostei de saber de declarações da presidente Dilma reconhecendo que os recursos para a saúde são insuficientes e que talvez seja necessário rever as alíquotas de alguns produtos, como fumo e bebidas, para aumentar os recursos disponíveis para o setor”, afirmou. Apesar de contrário a criação de um novo imposto, Perondi é a favor de aumentar a taxação sobre gastos supérfluos e de utilizar recursos de outros impostos, como o IOF.

Coletiva concedida pelo líder do governo Cândido Vaccarezza (PT-SP)

O Executivo argumenta que a simples criação de um novo imposto não seria suficiente para garantir mais investimentos em saúde. Segundo o líder do governo, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), o governo aceitaria um novo imposto, mas essa seria apenas uma das possíveis alternativas para a destinação de mais recursos ao setor. “A CSS prevista no texto traria entre R$ 10 e R$ 15 bilhões, mas precisamos de R$ 30 bilhões”, destacou Vaccarrezza durante entrevista na semana passada.

Ainda de acordo com o líder, o governo quer analisar outras sugestões de deputados, tais como a legalização dos bingos com a conversão da arrecadação do setor para a saúde, o aumento da alíquota do seguro obrigatório dos carros mais caros e ainda a cobrança pela remessa de lucros e dividendos de empresas para fora do Brasil.

Vaccarezza: arrecadação da CSS não basta.

Para Perondi, o maior medo do governo é que a proposta seja alterada no Senado, revertendo o texto ao projeto original, que prevê a aplicação pela União de 10% da receita corrente bruta em gastos e serviços de saúde, sem a previsão de novos impostos.

Íntegra da proposta:

Reportagem – Murilo Souza
Edição – Wilson Silveira

Saúde Mental e ECOSOL no Você no Parlamento! Prioridades para São Paulo

19/06/2011

A Rede Nossa São Paulo e a Câmara Municipal de São Paulo convidam você para participar da campanha “Você no Parlamento”, que contempla a realização de uma ampla consulta pública para que os cidadãos escolham suas prioridades para a cidade em 2012, nas diferentes áreas de atuação do poder público municipal.

O objetivo desta campanha é, essencialmente, fazer com que gestores públicos direcionem seus trabalhos a partir das reais necessidades da sociedade que os elegeram.

A consulta será realizada por meio do site www.vocenoparlamento.org.br

Na consulta existem peguntas que estão relacionadas com o fortalecimento do Sistema Único de Saúde e da Reforma Psiquiatrica, através da ampliação dos Centros de Convivência e Cooperativismo (CECCO´s) e dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS). A Economia Solidária também aparece nas políticas de geração de trabalho e renda.

Participe e faça do SUS, dos CECCO´s, CAPS e da Economia Solidária Prioridades em São Paulo!