Dia Mundial da Saúde Mental na Câmara de Vereadores de São Paulo

09/10/2009

Em comemoração ao Dia Mundial da Saúde Mental (10 de Outubro), diversas entidades e movimentos da sociedade civil, vão realizar atividades na Camâra Municipal de Vereadores de São Paulo, no dia 16 de outubro. Trazendo para o legislativo municipal uma reflexão sobre a Política, a Rede e as necessidades da Saúde Mental em São Paulo.

Rede de Saúde Mental e Economia Solidária esta participando dessa importante atividade. Nesse dia, a Rede vai apresentar propostas sobre a necessidade de reconhecimento e apoio do poder público municipal, aos projetos/ empreendimentos de trabalho e produção cultural, desenvolvidos e impulsionados pelos equipamentos da rede pública de Saúde Mental. Buscando fortalecer um dos eixos fundamentais para o processo de inserção comunitária dos usuários de saúde mental, que é o acesso ao trabalho.

Participe e traga suas contribuições. Venha Fortalecer o SUS e a Reforma Psiquiátrica brasileira.

Dia 16 de outubro de 2009
Local: Câmara Municipal de São Paulo, Viaduto Jacareí, 100. Metrô Anhangabaú
1o andar.
Horário: 14 horas
Entrada Gratuita

Dia Mundial da Saúde Mental

Anúncios

5. Feira Solidária de Produtos Artesanais em Guarulhos

18/07/2009

Nos dias 1 e 2 de Agosto de 2009 ocorrerá a 5. Feira Solidária de Produtos Artesanais, na Tenda do Bosque Maia, das 11h às 17h.

 Uma Outra Economia Acontece em Guarulhos, transformando e ocupando os espaços públicos, mostrando que é possível construir novas relações sociais e econômicas, pautadas pela promoção da diversidade e da solidariedade.Feira Solidaria Guarulhos

A Feira é promovida por uma ação intersecretarial (Assistência Social, Meio Ambiente, Habitação e Cultura) da Prefeitura de Guarulhos.

Participam da Feira diversas entidades do campo da assistência social, da economia solidária e da saúde mental (Projeto Tear – conheça seus produtos – clique).

Ao adquirir os produtos desta feira você estará colaborando para:

1. Divulgar e valorizar os produtos das Instituições que estão trabalhando com a Inclusão Produtiva;

2. Promover os valores e princípios da Economia Solidária em nossa cidade;

3. Divulgar os trabalhos das cooperativas; associações e dos grupos que estão recebendo formação para organizar-se em cooperativas.