Filme Si Puo Fare (Dá para Fazer) na Semana do Trabalho de Campinas

23/04/2012
O debate sobre o Cooperativismo Social tem se ampliado e a necessidade da Regulamentação da Lei de Cooperativismo Social se faz Urgente. Visando garantir o Direito ao Trabalho Associado e Autogerido para todos os segmentos envolvidos.
Como parte desse processo de mobilização a Semana do Trabalho de Campinas (Comemoração do 1. de Maio – Dia do Trabalhador) irá fazer uma Mostra de Filmes sobre o Mundo do Trabalho e a Luta de Classes, um dos vídeos escolhidos foi o Si Puo Fare (Dá para Fazer).
Veja a Programação Completa.
Sinopse do Filme:
Nello, um sindicalista afastado do sindicato por suas ideias avançadas, se vê dirigindo uma cooperativa de doentes mentais, ex-pacientes dos manicômios fechados pela Lei Basaglia. Acreditando firmemente na dignidade do trabalho, ele convence os sócios a substituir as esmolas assistencialistas por um trabalho de verdade, inventando para cada um, uma atividade incrivelmente adaptada às respectivas capacidades, mas indo também de encontro às inevitáveis e humanas contradições.Um tema importante, tratado com humor e delicadeza, divertido e comovente, que pode parecer uma bonita fábula, mas que na verdade retrata uma realidade atual. Mais uma pérola do cinema italiano!
 
Ficha Técnica:

Título Original: Si può fare

País de Origem: Itália

Gênero: Drama/ Comédia

Tempo de Duração: 110 minutos

Ano de Lançamento: 2008

Direção: Giulio Manfredonia

Elenco:

Claudio Bisio…Nello; Anita Caprioli…Sara; Giuseppe Battiston…Dottor Federico Furlan; Giorgio Colangeli…Dottor Del Vecchio; Andrea Bosca…Gigio; Giovanni Calcagno…Luca; Michele De Virgilio…Niki; Carlo Giuseppe Gabardini…Goffredo; Andrea Gattinoni…Roby; Natascia Macchniz…Luisa; Rosa Pianeta…Enrica; Daniela Piperno…Miriam; Franco Pistoni…Ossi

Anúncios

Debate Reforma Psiquiátrica, Saúde Mental e ECOSOL, com o Filme Dá Para Fazer (Si Puo Fare)

12/10/2011

 

Nesta quinta-feira, 13.10.2011, vai haver uma exibição do filme “Dá para fazer (Si può fare)” seguido de debate sobre Reforma Psiquiátrica, Saúde Mental e Economia Solidária.

O evento faz parte das atividades da Semana da Saúde Mental, organizado pelo Fórum de Saúde Mental de Guarulhos e Rede de Saúde Mental de Guarulhos/SMS.

Local: Faculdades Integradas de Guarulhos (FIG)
Rua Barão de Mauá, 95 – Centro – Guarulhos (próximo à Praça IV Centenário)
Anfiteatro – segundo andar

Horário: 14hs

Debatedores:
Risonete Costa (Bar Saci)
Samuel Casimiro (Projeto Tear)
Angela Jorge (Secretaria Municipal de Saúde – Guarulhos)

Programação Completa:


Filme: Si Puo Fare (Dá para Fazer) e Roda de Conversa em Taboão da Serra

16/03/2011

O GT de Saúde Mental de Taboão da Serra, através de sua Coordenadora Fernanda Zanetti Cinalli organizou a exposição do Filme Si Puo Fare e uma Roda de Conversa visando discutir o filme e os desafios para a inserção social pelo trabalho de usuários de saúde mental.

Em uma sessão perto de você!!!

 Dia 29/03/2011

No GT de Saúde Mental – Taboão da Serra

Venha rir e se emocionar conosco!!

Nello, um sindicalista afastado do sindicato por suas ideias avançadas, se vê dirigindo uma cooperativa de doentes mentais, ex-pacientes dos manicômios fechados pela Lei Basaglia. Acreditando firmemente na dignidade do trabalho, ele convence os sócios a substituir as esmolas assistencialistas por um trabalho de verdade, inventando para cada um, uma atividade incrivelmente adaptada às respectivas capacidades, mas indo também ao encontro às inevitáveis e humanas contradições. Um tema importante, tratado com humor e delicadeza, divertido e comovente, que pode parecer uma bonita fábula, mas que na verdade retrata uma realidade atual. Mais uma pérola do cinema italiano! Direção: Giulio Manfredonia / Roteiro: Fabio Bonifacci, Giulio Manfredonia / Estrelando: Claudio Bisio, Anita Caprioli e Giuseppe Battiston / 111 min / 31 October 2008 (Italy)

Após o filme: Roda de Conversa e discussão com Leonardo Pinho. Educador popular, do Fórum Paulista de Economia Solidária, assessor em economia solidária da Rede de Saúde Mental e Economia Solidária do Estado de São Paulo, membro da Associação Vida em Ação.

 


Atividades de Formação

14/03/2010

A Rede de Saúde Mental e ECOSOL começa 2010 realizando diversas atividades de debate e formação. No dia 08 de março começou os Encontros de Multiplicadores de Saúde Mental e ECOSOL, no CECCO Bacuri, que terá 05 encontros, todas as segundas das 14hs as 16hs. O primeiro encontro contou com a Prof. Dra. Ana Aranha, da Pós Graduação da Escola de Enfermagem da USP. O próximo encontro dia 15 de março será sobre os princípais conceitos da ECOSOL com Leonardo Pinho. As inscrições chegaram a 70 pessoas, dos seguintes serviços e entidades:

 

CECCO São Domingos, PROSAM – CAPS AD, CECCO Bacuri, CECCO Pq. Guarapiranga, CECCO Ibirapuera, NAL Vila Romana, CAPS Perdizes, CAPS Lapa, Ong Vida Nova, Associação Vida em Ação, Albergue PSR Lapa, CECCO Santa Amélia, CAPS Jd. Lídia, UBS Magaldi – Itaim Bibi, CECCO Vila Prudente, Albergue CA Zancone e CAPS Unifesp.

No dia 12 de março, abrindo o VídeoClube do Conselho Regional de Psicologia de São Paulo, o filme Si Puo Fare (Dá para Fazer)  que apresenta as experiências das cooperativas sociais na Itália. Com a presença de 90 pessoas que foram ver o filme e participar do debate com a presença de:

Marilia Capponi-psicóloga do CAPS III Itaim Bibi, coordenadora do Empreendimento Econômico Solidário da Saúde Mental – Bar Saci, vice-presidente da Associação Vida em Ação, membro da Rede de Saúde Mental e Ecosol e Membro da Comissão de Saúde do CRP SP.

Giuseppe Petrucci– Projeto ITES – Italiani all’Estero, do Ministério do Trabalho da Itália.

Andrea Piccini – Relações Internacionais da UNISOL Brasil

Veja as Fotos das Atividades de Formação


Filme sobre Cooperativismo Social no VídeoClube do CRP-SP

05/03/2010

Na próxima sexta-feira, dia 12 de março, as 19hs no VídeoClube do Conselho Regional de Psicologia – SP terá a exibição do Filme Si Puo Fare (Dá para Fazer), que trata sobre a experiência do cooperativismo social na Itália.

A Rede de Saúde Mental e Economia Solidária durante a Marcha dos Usuários teve como sua principal reivindicação a alteração e regulamentação da Lei de Cooperativas Sociais no Brasil, a fim de ser um instrumento eficaz na inserção no trabalho dos usuários de saúde mental. O filme Dá para Fazer é um importante instrumento de reflexão e formação sobre o cooperativismo social e a importância do trabalho no processo de inserção comunitária dos usuários de saúde mental.

Sinopse: Nello, um sindicalista afastado do sindicato por suas ideias avançadas, se vê dirigindo uma cooperativa de doentes mentais, ex-pacientes dos manicômios fechados pela Lei Basaglia. Acreditando firmemente na dignidade do trabalho, ele convence os sócios a substituir as esmolas assistencialistas por um trabalho de verdade, inventando para cada um, uma atividade incrivelmente adaptada às respectivas capacidades, mas indo também de encontro às inevitáveis e humanas contradições. Um tema importante, tratado com humor e delicadeza, divertido e comovente, que pode parecer uma bonita fábula, mas que na verdade retrata uma realidade atual.

Debatedores:
Marilia Capponi
-psicóloga do CAPS III Itaim Bibi, coordenadora do Empreendimento Econômico Solidário da Saúde Mental – Bar Saci, vice-presidente da Associação Vida em Ação, membro da Rede de Saúde Mental e Ecosol e Membro da Comissão de Saúde do CRP SP.
Giuseppe Petrucci– Projeto ITES – Italiani all’Estero, do Ministério do Trabalho da Itália.

Faça sua inscrição (clique aqui)

Programação Completa do VideoClube

Reivindicações da Rede de Saúde Mental e ECOSOL na Marcha dos Usuários, em Brasília (pela mudança e regulamentação da Lei de cooperativismo social)


VideoClube do CRP-SP promove ciclo de debates sobre os sentidos e significados do trabalho

27/02/2010
clique e veja a programação completa do Videoclube
 
A Rede de Saúde Mental e Economia Solidária vem desenvolvendo diversas atividades voltados a geração de trabalho e renda para os usuários de saúde mental. Bem como, vem apostando em processos de formação e informação, que busquem trazer elementos para a reflexão do trabalho no mundo contemporâneo e sobre as novas formas de organização econômica, os empreendimento que se organizam de forma associativa e autogestionária.
No ano de 2010 o CRP-SP (Conselho Regional de Psicologia) realizará 07 exposições de vídeos em seu Videoclube, de março a setembro, debatendo os sentidos e o significado do trabalho na sociedade, mais um importante momento de reflexão e formação para todos os projetos/ empreendimentos.
A primeira programação do dia 12 de março – 19hs será do filme premiado Dá para Fazer (Si Puo Fare), legendado em português, que trata sobre as cooperativas sociais na Itália. Um importante instrumento para debater a necessidade de se alterar as Leis das Cooperativas Sociais no Brasil, para realmente servir para a organização econômica de amplos setores em situação de vulnerabilidade. Como afirma o filme se tivermos uma Lei eficiente de Cooperativas Sociais – Dá para Fazer.
Os filmes escolhidos para o ciclo de debates promovidos pelo CRP-SP para o primeiro semestre de 2010 elegem a condição de trabalho como paradigma para o diálogo com diversas questões sociais.

O papel central que o trabalho adquire em nossas vidas será o fio condutor dos filmes exibidos e suscitará debates em torno das questões de gênero, inclusão, saúde e educação, além de denunciar as situações de precarização, competitividade e padronização da subjetividade que caracterizam os modelos produtivos na sociedade capitalista.

Entrada gratuita
Local: Auditório do CRP SP
Horário: 19h
Lotação: 110 lugares
Importante: sua reserva será garantida até
às 18h30 nos dias de exibição.

Inscrições antecipadas
http://www.crpsp.org.br/videoclube
Informações
Departamento de Eventos do CRP SP
Tel.: , ramais 111, 137, 151 e 317
E-mail: eventos03@crpsp.org.br

Página do CRP-SP: http://www.crpsp.org.br/crp/