Hoje: Marcha dos Usuários no Profissão Repórter

20/10/2009

por uma nova lei de cooperativas sociais

A Marcha dos Usuários teve um importante papel em dar visiblidade e fazer Brasília ouvir a voz dos usuários e familiares! Conseguindo a 4. Conferência Nacional de Saúde Mental e retomando o debate público sobre a saúde mental no país.

Hoje, terça-feira, a Marcha dos Usuários irá aparecer no Programa Profissão Repórter da Rede Globo.

Matéria da chamada do Programa de Hoje do Profissão Repórter:

No Profissão Repórter desta terça, o dia-a-dia de quem lida com a doença mental no Brasil.

Os repórteres Thiago Jock e Emílio Mansur percorrem os corredores do manicômio mais antigo do país, o Hospital São Pedro, em Porto Alegre, e registram um momento dramático do tratamento psiquiátrico: a sessão de eletrochoque.

Júlia Bandeira e Thaís Itaqui vão para Brasília acompanhar uma manifestação pelo fim dos manicômios no país e conhecem os integrantes do grupo musical Trem Tantan, de Belo Horizonte, que transformam as próprias fantasias em música.

Caco Barcellos revela histórias surpreendentes de moradores de rua de São Paulo afetados por transtornos mentais.

Veja também: Durante a Marcha, a Rede de Saúde Mental e ECOSOL entrega suas propostas para Prof. Paul Singer

Anúncios

Programação da Marcha em Brasília

23/09/2009

Manhã

9h – Concentração no gramado em frente ao Museu Nacional da República (primeiro quadrante da Esplanada)
10h – Atividades culturais, pronunciamentos e falas das delegações. Reunião na tenda com representantes das delegações para preparar articulações e contatos.
Tarde
12h30 – Almoço no local da concentraçãoVista essa Camisa
13h – Shows com Trem Tan-Tan (MG), Harmonia Enlouquece (RJ)
14h – Saída da Marcha em direção à Praça dos Três Poderes
 
Tenda Cultural – Exposição de fotografias dos 22 anos de luta antimanicomial, imagens do Prêmio Bispo do Rosário (CRP06 – São Paulo), cartazes da luta antimanicomial, fotos das blitz realizadas em manicômios. Exposição de produções e venda de dois livros. Exposição de produtos de 30 projetos de trabalho ligados à Rede de Saúde Mental e Economia Solidária (artesanato, camisetas, marchetaria, bolsas, colares etc)
 
Alimentação – Ao longo do dia, os participantes receberão água e cinco refeições: café da manhã, lanche, almoço, lanche da tarde e jantar que será entregue na saída dos ônibus.
Maiores informações: Na página da Marcha (clique aqui)