Premiação V Prêmio Arthur Bispo do Rosário

13/09/2009

V Prêmio Arthur Bispo do Rosario - CRP-SP

O V Prêmio Arthur Bispo do Rosário chega à sua fase final, com mais de 800 inscritos. A premiação das obras vencedoras em todas as categorias será no dia 22 de outubro no Teatro Fernando Azevedo, na Secretaria de Educação, Praça da República, 53.

Prestigie e conheça a produção cultural dos usuários da saúde mental!

Realização:

CRP sp


IV FESTIVAL DE CALOUROS “ARTE PELA DIVERSIDADE”

01/07/2009

O Centro de Convivência de Embu Conviver faz parte da ampliação da rede substitutiva em saúde mental. Encontra-se instalado no Parque Ecológico “Francisco Rizzo” facilitando a inserção daqueles que vivem situação de exclusão, possibilitando relações sociais pautadas em trocas afetivas e a cultura de aceitação às diferenças. O trabalho é realizado pela equipe do “Conviver” e voluntários que desenvolvem oficinas, eventos e passeios com objetivo de criar formas de convívio mais saudáveis. Elaboramos um calendário de eventos sendo um deles o Festival de Calouros no qual damos acesso um público amplamente diversificado (freqüentadores das oficinas, usuários do Parque nos finais de semana, profissionais da saúde, comerciantes entre outros).

IV FESTIVAL DE CALOUROS “ARTE PELA DIVERSIDADE” IV Festival de Calouros

O Festival de Calouros é um evento que possibilita a expressão das diversas habilidades humanas sem um enfoque profissionalizante, buscando a integração através da valorização da diversidade.
Ocorrerá dia 25 e 26 de julho de 2009, a partir das 14h00.

As inscrições serão realizadas até dia 17 de julho, de 2ª a 6ª feira, das 7h00 às 17h00, no local Pq do Lago Francisco Rizzo, localizado na Rua Alberto Gioza, 300 (atrás do Caipirão), por telefone 4781-5728 ou via e-mail: conviver@embu.sp.gov.br.

As inscrições poderão ser individuais ou em grupo, nas categorias adulto e infantil. A categoria adulto será dividida em duas sub-categorias: Música (cantores, coral e bandas) e Dança/Outros (declamação de poesias, mímica, performances. ..). Os calouros terão 7 minutos para sua apresentação.

Haverá premiação simbólica para os 3 primeiros colocados de cada categoria.

Dia 26/07/09, às 14h00, teremos o espetáculo teatral Trottoir, do programa DST/AIDS do município.


LOUCOS PELA DIVERSIDADE LANÇAMENTO EM SÃO PAULO

17/06/2009

banner-loucos-pela-diversidadeMinistérios da Cultura e da Saúde lançam o I Edital “Loucos pela Diversidade”, em São Paulo, dia 23 de junho. Parceria vem construindo políticas públicas que reconhecem a produção cultural dos sujeitos e grupos em sofrimento mental.

A Secretaria da Identidade e da Diversidade Cultural do Ministério da Cultura (SID/ MinC) e a Fundação Oswaldo Cruz do Ministério da Saúde (Fiocruz/MS), por meio do Laboratório de Estudos e Pesquisas em Saúde Mental (LAPS) e da Caixa Econômica Federal, convidam para a  apresentação da ação Loucos pela Diversidade e do I Edital do Prêmio Cultural Loucos pela Diversidade: Austregésilo Carrano.

O lançamento ocorre nesta terça-feira, dia 23 de junho, às 15h, no auditório do Museu de Arte Moderna, em São Paulo (Parque do Ibirapuera, portão 3 – s/n).

Participarão do evento o Coordenador do Laboratório de Estudos e Pesquisas em Saúde Mental da Escola Nacional de Saúde Pública (Fiocruz/MS), Paulo Amarante, o Subsecretário da Identidade e da Diversidade Cultural do Ministério da Cultura, Ricardo Lima e a Coordenadora Executiva do Projeto (SID/MinC), Patrícia Dorneles.

A parceria entre os órgãos foi firmada em agosto de 2007, quando foi realizada a Oficina Loucos pela Diversidade, que teve como objetivo a construção de ações e diretrizes para as políticas públicas de cultura. Além desse edital, o resultado da Oficina gerou uma publicação com o mesmo nome, da qual já foram distribuídos mais de três mil exemplares em diferentes eventos nacionais e internacionais.

Ministério da Cultura, através da SID, vem reafirmando seu compromisso de democratização e de valorização da produção cultural brasileira, reconhecendo que a estética de pessoas em sofrimento psíquico faz parte da identidade diversa do país.

O avanço da reforma psiquiátrica brasileira se fortalece na dedicação e militância histórica do movimento da luta antimanicomial. Nos últimos 20 anos, trabalhadores da saúde em conjunto com familiares, pessoas em sofrimento psíquico e outros que se identificam com a luta por uma sociedade sem manicômios, vêm ampliando conquistas de vida digna e de cidadania, rompendo com a lógica da loucura e exclusão.

Mais informações pelos sites www.cultura.gov.br e www.ensp.fiocruz.br.
E-mail: identidadecultural@cultura.gov.br


I Prêmio Cultural Loucos pela Diversidade

26/05/2009

Loucos pela DiversidadeO Ministério da Cultura, representado pela Secretaria da Identidade e da Diversidade Cultural, em parceria com o Ministério da Saúde, representado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), por meio do Laboratório de Estudos e Pesquisas em Saúde Mental (LAPS) e a Caixa Econômica Federal (CEF) publicaram no Diário Oficial da União (DOU) o edital do I Prêmio Cultural Loucos pela Diversidade 2009 – Edição Austregésilo Carrano.

O lançamento da premiação foi anunciado na tarde dessa quinta-feira, 21 de maio, na cidade mineira de Betim, no Auditório do Centro Administrativo. O anúncio fez parte do debate Loucura e Cultura da Semana da Luta Antimanicomial realizada na cidade, que neste ano tem como tema ‘Inclusão e Diver-Cidade’. Representando o MinC, participou do evento a coordenadora de Cultura e Saúde, da SID/MinC, Patrícia Dorneles.

Serão premiadas 55 iniciativas, divididas entre quatro categorias. A primeira destinará sete prêmios para instituições públicas que atuam na interface Saúde Mental e Cultura; na segunda oito prêmios serão destinados para organizações da sociedade civil, instituições privadas, entidades e associações sem fins lucrativos. A terceira categoria reservará 20 prêmios a grupos de pessoas sem vínculo institucional que tenham ou tenham tido vínculo como usuários de instituições ou serviços de saúde mental que desenvolvam atividades artístico-culturais. As 20 premiações restantes serão destinadas para pessoas em sofrimento psíquico que tenham ou tiveram vínculo com instituições ou serviços de saúde mental que desenvolvam atividades artístico-culturais individualmente. Nas categorias em que a premiação será destinada a instituições ou grupos de pessoas o valor será de R$ 15 mil, já para o prêmio individual o repasse será de R$ 7,5 mil. Cada candidato poderá inscrever-se em somente uma categoria e com até três iniciativas artísticas culturais. Segundo os organizadores, o edital tem como objetivos promover uma nova visão de política cultural e da política de saúde mental onde o respeito à identidade e à diversidade constroem um país mais democrático no sentido de incluir, socializar, descentralizar e potencializar a todos o direito à criação e à produção cultural. E, também, promover e garantir o protagonismo das pessoas em sofrimento psíquico na construção das políticas públicas de cultura, na criação e produção cultural, entre outro que promovam a inclusão, a emancipação, a autonomia e o direito à cidadania de indivíduos em sofrimento psíquico. O processo que culminou no lançamento da premiação teve início em 2007 quando a SID/MinC e a Fiocruz realizaram a Oficina Loucos pela Diversidade, com o objetivo de construir ações e diretrizes para as políticas públicas de cultura. Além desse edital, a iniciativa resultou em publicação com o mesmo nome, a qual já teve distribuídos mais de três mil exemplares em diversos eventos de âmbito nacional e internacional.

Os formulários, o edital e seus anexos são encontrados na página do Ministério da Cultura (clique aqui)