Relatório – Seminário do Artesão – SUTACO/SP cita a contribuição da Rede de Saúde Mental e ECOSOL

Matéria na Página da SUTACO/SP (clique aqui)

Nossa, já faz mais de um mês que o Seminário do Artesão aconteceu!!!

Saiba como foi a preparação e o desenvolvimento deste evento: Agenda do Seminário do Artesão

Para a divulgação do evento foram elaborados 600 folders-convite e foram feitos diversos posts nas redes sociais da SUTACO, além de uma área de destaque no site institucional da SUTACO com a agenda e a página para inscrição.

As inscrições foram feitas virtualmente, por telefone e pessoalmente em nossa sede.

Foram efetuadas 334 inscrições mas no evento estiveram presentes apenas 178 artesãos, sendo que o limite de público estipulado era de 300 pessoas.

Foi um dia inteiro de palestras. A primeira foi ministrada pela atual superintendente, Soninha Francine, que explicou o papel da Sutaco. Com a carteirinha, o artesão associado pode emitir notas fiscais com isenção de ICMS, participar de editais públicos, ter assessoria jurídica e até exportar seus produtos.

Na sequência foi a palestra da ITCP – Incubadora Tecnológica de Cooperativa Populares , da Fundação Getúlio Vargas, que contou como a consultoria que eles oferecem a núcleos e cooperativas de artesãos tem ajudado essas comunidades a se profissionalizarem e serem inseridas nesse mercado.

Depois os artesãos puderam conhecer o trabalho da Artesol , uma Oscip inicialmente idealizada como projeto de combate à pobreza em regiões castigadas pela seca. Além de preservar o artesanato de tradição, o trabalho da Artesol beneficia brasileiros situados nas comunidades mais pobres do Brasil. Em algumas delas, o único sustento provém do artesanato. Cada peça uma mais linda que a outra.

A palestra seguinte foi da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica  que contou um pouquinho sobre o trabalho que desenvolvem para que as comunidades dessa região aprendam a retirar os recursos da natureza para produzir seus trabalhos de maneira sustentável e não depredatória. Dessa forma a biosfera local é preservada sem tirar o ganha pão das famílias que dali dependem.

Também ocorreu a palestra sobre Economia Solidária, que deu uma “aula” de questões ideológicas e políticas. Além de proporcionar renda, o artesanto tem contribuído para que a engrenagem da economia gire nesse país. Ainda é uma fatia pequena, cerca de 3% do PIB, mas não menos importante.

IPEM – SP  apareceu por lá para falar sobre normas e etiquetas. Representantes dos Correios conversaram conosco sobre os serviços disponíveis para exportação a outros países e, depois de uma apresentação sobre o Banco do Povo Paulista , que oferece micro crédito à população de baixa renda que tem interesse em começar seu próprio negócio.

A tarde foi a vez das oficinas sobre redes sociais e web e das redes de comércio virtual. As redes que se apresentaram foram a Airu, Elo 7 e Mercado Etc. Todas com parcerias já firmadas com a SUTACO.

Os artesãos presentes receberam kits com os seguintes conteúdos: 1 pasta com o logo do governo, 1 folheto com dicas de passeio na capital (produzido pela sutaco), 1 folheto informativo sobre a SUTACO, a programação e descrição do evento, folheto informativo sobre o banco do povo, folheto informativo sobre o INSS, kit de apostilas do Banco do Povo, 1 caneta, 1 lápis ecológico, folheto informativo sobre Tanlup, Mercado Etc e Airu e 1 ficha de dúvidas e sugestões com campos para avaliação do evento.

Texto base: Fabiana Cassim (artesã)

Adaptação: Melissa Mello Mendes – Comunicação SUTACO
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: