Ata da Reunião Rede de Saúde Mental e ECOSOL, julho



 21 de julho 2011

Presentes:

CAEF – Pós Custódia; CAPS AD – Embu das Artes; Projeto TEAR – Guarulhos; Casa do Saci; CAPS AD São Mateus; Associação Vida em Ação; Carinho Feito a Mão; CAPS Lapa; Associação Loucos pela Vida – Mogi das Cruzes; ITCP-USP; Cobra Criada; Loucos por Eventos; CAPS Butantã; CEDECA Interlagos; CAPS Ermelino Matarazzo; CECCO Ibirapuera; CECOO Santo Amaro; Rede PROSOL; CECCO Raul Seixas; CECCO Mooca; A Vaidosa; CECCO Bacuri; CAPS Itapeva; CAPS Mandaqui; Associação de Saúde Mental de Suzano.

Total de Participantes: 68 pessoas

Pautas:

  1. Avaliação da V Feira

A V Feira de Saúde Mental e ECOSOL foi a maior Feira já realizada pela Rede, contando com 55 barracas. O volume em comercialização foi no total de R$ 14.000,00, divido em Q$: 8.000,00 – Cartões: R$ 4.500,00 e Vendas Diretas em Reais: R$ 1500,00. Tendo 5h de duração e circulação de mais de 1000 pessoas.

A V Feira também realizou a maior participação de outros empreendimentos que não apenas da Saúde Mental, apostando a Intersetorialidade. Participaram empreendimentos de matriz africana, de hip hop, cultura, indígenas e artesões da Praça da República.

As apresentações culturais também foram mais diversificadas, sendo elogiado por todos os presentes, um ponto alto da realização das Feiras de Saúde Mental e ECOSOL.

O crescimento da V Feira mostrou que a Rede se consolidou e ampliou muito sua representatividade e diversidade. No entanto, a V Feira mostrou diversos gargalos, desafios e insuficiências da Rede.

Durante a reunião foi apontado às seguintes questões a ser melhoradas/ superadas:

  1. Empreendimentos que venderam diretamente em REAIS, não atuando de acordo com o combinado coletivamente;
  2. Como a Moeda Social QUALQUER foi construída no início da Rede, diversos projetos e empreendimentos, ainda não participavam, o que gerou uma necessidade de realizar novamente formações/ informações sobre o Porque de uma Moeda Social? Porque QUALQUER? Utilização durante a Feira;
  3. A V Feira teve divulgação aquém do necessário;
  4. O Local era inapropriado para o tamanho da Feira, bem como, o local não contou com uma relação mais estruturada com a Universidade, o que resultou em dificuldades de localizar responsáveis, problema de iluminação;
  5. Houve casos pela primeira vez de venda de produtos que não são artesanais;
  6. Apesar, de as vendas em comparação com outras Feiras sejam muito boas, ainda é muito insuficiente, para a necessidade dos usuários. Assim, precisa pensar como melhorar a questão da comercialização na Feira, mas também, reforçar seu sentido político, social e de quebra de estigmas;
  7. Alguns empreendimentos não sabiam do combinado do 1% das vendas para a organização da Feira. Faltou uma melhor combinação sobre as regras, responsabilidades e combinados coletivos da Feira;
  8. O coletivo de organização é muito reduzido;
  9. Houve avaliação de que diversos produtos precisam melhorar na qualidade, foi aventada a necessidade de avaliação/ curadoria para comercialização na Feira;

2. Próxima Feira e novas estratégias coletivas de comercialização:

Foram apresentadas propostas para novas estratégias coletivas de comercialização:

  1. Lutar para que a Rede tenha um Ponto Fixo de Comercialização;
  2. Encontrar novos lugares para fazer Comercialização Coletiva, como Mercado Municipal, Loja Social Prefeitura etc;
  3. Promover Rodadas de Apresentação e Melhoria dos Produtos;
  4. Organizar Redes Municipais/ Regionais de Saúde Mental e ECOSOL;
  5. Organizar Feiras municipais e regionais;
  6. Organizar um Catálogo de Produtos e Serviços dos Projetos/ Empreendimentos da Rede de Saúde Mental e ECOSOL;
  7. Buscar parcerias para formação e capacitação técnica especifica (design, comunicação, marketing).
  8. Buscar pontos de comercialização no Metro/ CPTM.

Encaminhamentos:

  1. Solicitar reunião com a Secretaria Municipal de Assistência Social de São Paulo – protocolar Responsável – Lili;
  2. Solicitar reunião com Vereadores para encaminhamento de proposta de comercialização para projetos de trabalho da saúde mental – protocolar Responsável: Cris;
  3. Solicitar reunião com o Dep. Carlos Grana, que apresentou PL de comercialização para empreendimentos econômicos solidários/ cooperativas/ associações nas Estações do Metrô e CPTM. No PL esta representada os projetos da Rede de Saúde Mental. Responsável: Leo;
  4. Cada projeto trazer na próxima reunião ou enviar na rede de emails saudeecosol a LISTA e FOTOS de Produtos e seus respectivos preços para começar a organização do Catalogo;
  5. Trazer na próxima reunião as possibilidades de locais e parceiros para realizar atividades coletivas de comercialização;

Próxima Feira:

Realizar no segundo semestre apenas 1 (uma) Feira visando melhorar a comunicação e estrutura para realização da mesma.

Grande Feira de NATAL – VI Feira de Saúde Mental e ECOSOL – dia 10 de dezembro de 2011

Na reunião de AGOSTO decidir o local, assim trazer proposta de LOCAL.

  1. Encontro de CECCO´s

Foi realizada uma reunião em Campinas para discutir a organização do Encontro de CECCO`s.

Por causa da diferença de estrutura e objetivos houve polêmica sobre a questão do cooperativismo e ecosol.

Próxima Reunião:

18 de AGOSTO, 9h no CRP-SP

Links sobre a V FEIRA:

Vídeos e Fotos da V Feira de Saúde Mental e Economia Solidária

TV CUT faz Cobertura da V Feira de Saúde Mental e Economia Solidária

Matéria na TV dos Trabalhadores sobre Projeto Tear e a V Feira de Saúde Mental e ECOSOL

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: