Trabalhador com a palavra: Nossa Participação na IV CNSM

02/07/2010

A Rede de Saúde Mental e ECOSOL tem como um de seus princípios a autonomia e o protagonismo dos trabalhadores (as). Participamos com diversos delegados (as) e com um Stand na IV CNSM.

Veja as fotos da Rede na IV Conferência Nacional ECOSOL

A representante do Stand da Rede de Saúde Mental e ECOSOL, do empreendimento Dito e Feito, Lilly, acabou de chegar da IV CNSM e deu o seguinte depoimento:

OLás à todos da Rede de economia Solidaria e Saúde Mental.
Acabo de desembarcar em Sampa e aqui venho deixar um pouquinho do ocorrido em Brasilia.
Nosso Stand esteve magnifico , tanto em Produtos apresentados, como apreciado por todos, perguntas e respostas de delegados de outros estados, apresentado a REDE , esse grupo de Trabalho fantástico, do qual mnostrou sua visibilidade com Orgulho,diferente dos demais Estados que, seguiram somente a linha do 1 projeto tal como : Rio de janeiro e Minas.
Mostramos o que é uma REDE de Economia Solidária. As vezes a venda deixa de existir para que se possa realmente mostrar oq existe , e para mim foi mostrar (ale´m da venda) o trabalho de pessoas, entidades unidas em um único proposito,trabalho, econômia e Solidariedade dentro desse nucleo Cooperativismo Social e participativo.
Fomos a REDE MESMO, TORNAMO-NOS PESCADORES, e , mostradores de idéias, dinamismo e eficiência, do qual resultou em uma convocátoria da Comissão Organizadora para que eu fosse a plenária, falar sobre nosso trabalho, e unida aos demais stands, formamos uma cesta com produtos de cada um e ofertamos aos Organizadores.
Minha palavra de Ordem foi: ” Rede de economia solidária e saúde mental”, Trabalho um Dever e Direito de todos.
Creio consegui passar com carinho à incubencia e esperança que depositaram em mim para representa-los.
Quem desejar maior detalhes, sinta-se à vontade em perguntar-me.
Aprendi mais uma vez que, unidos vamos crescendo, fortalescendo- nos cada vez mais e, sendo respeitados como Empreendimento que somos , somos a REDE, de coragem, trabalhadores e lutadores.
Cada pessoa que falei de cada Estado, cidade,  recebia sempre a mesma pergunta; ” Como voces conseguem”?? ?
As venda foram significativas, já que competiamos sem o desejar com stand individuais e com precinhos estilo 25 de março. Enfim: o saldo foi positivo em amplo sentido.
Fomos à Luta, Falamosda Luta, passamos nossas Propostas, Aprovadas, mostramos competência e astucia, isso é sómente um começo amigos/as.
“O Bar Saci , tornou-se o SACI com várias mãos e pernas….rsrs
Super abraço Ant-manicomial- Pela Luta Sempre – e Sempre: Rede de Econômia Solidária.

Lilly Freitas
Levando trabalhos, sonhos e vivênciando experiências, realizadas, e aprendendo que somente o Trabalho nos faz grandes.