Seminário Internacional sobre Cooperativismo Social, com Giancarlo Carena (Trieste – Itália)

08/11/2009

Seminário Internacional sobre Cooperativismo Social

Data: 01 e 02 de dezembro de 2009Rede de Saúde Mental e ECOSOL

Com a presença de Giancarlo Carena, Presidente da Cooperativa Agricola Monte San Pantaleone de Trieste, Itália.

O Seminário objetiva:

1. Apresentar aos participantes o processo de construção do conceito e das práticas de cooperatismo social na Itália.

2. Realizar uma troca da experiência brasileira entre diversos projetos de geração de trabalho e renda de cooperativas e associações de deficientes, usuários de serviços de saúde mental, moradores em situação de rua, entre outros.

3. Debater as possibilidades da cooperativa social como forma de geração de emprego e renda e de inclusão social pelo trabalho.

Buscando fortalecer e desenvolver políticas públicas de fortalecimento do Cooperativismo Social, o Seminário almeja demostrar a potencialidade da inserção social e comunitária a partir do trabalho cooperado.

O evento será aberto a todos os segmentos implicados e interessados no tema, trabalhadores de projetos de geração de trabalho e renda, trabalhadores do campo da saúde mental, gestores, estudantes, sindicatos, docentes de universidades que desenvolvem projeto de incubação de Cooperativas Sociais.

Local: Instituto Dante Pazzanese, na Avenida Dr. Dante Pazzanese, 500, Vila Mariana.

Em breve a programação completa e a ficha de inscrição

Organização:

Rede de Saúde Mental e ECOSOL

Programa de Pós Graduação da Escola de Enfermagem da USP

Núcleo Interdisciplinar de Pesquisa em Saúde Mental e ECOSOL – USP


II Feira de Saúde Mental e Economia Solidária, 06 de dezembro em Embu das Artes

08/11/2009

20 qualquer

II Feira de Saúde Mental e Economia Solidária

“A necessidade de inclusão de produção da vida material pelo trabalho é um aspecto fundamental das relações sociais e diz respeito aos direitos de cidadão dos usuários dos serviços de saúde mental” (Desafios para a desinstitucionalização: censo psicossocial dos moradores em hospitais psquiátricos do Estado de São Paulo. Secretaria Estadual de Sáude/SP).

No dia 06 de dezembro (domingo), a Rede de Saúde Mental e Economia Solidária do Estado de São Paulo irá realizar a II Feira de Saúde Mental e Economia Solidária, em Embu das Artes.

A II Feira de Saúde Mental e ECOSOL é um espaço de sociabilidade, exposição e comercialização de produtos e serviços dos projetos e empreendimentos econômicos e solidários dos trabalhadores e trabalhadoras, usuários da Rede de Saúde Mental do Estado de São Paulo. A II Feira contará com a comercialização de produtos de 30 projetos de trabalho e renda de diversas cidades do Estado de São Paulo.

Esse evento também contará com diversas apresentações culturais de vários CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) e dos CECCOs (Centros de Convivência e Cooperativismo), visando um diálogo com o conjunto da sociedade para mostrar as potencialidades criativas e produtivas dos usuários da Rede de Saúde Mental.

A II Feira de Saúde Mental e ECOSOL ocorrerá das 9h as 17hs.

Durante a II Feira utilizaremos a Moeda Social Qualquer. Mostrando que Qualquer pessoa tem valor e pode trabalhar e criar um outro mundo e uma outra economia com muita diversidade, solidariedade e alegria.

em breve a programação completa estará disponível na nossa página eletrônica.

Veja os álbuns de fotos da I Feira de Saúde Mental e ECOSOL

Veja onde estão os diversos projetos de trabalho e renda da Saúde Mental

 Apoios: Conselho Regional de Psicologia-SP, Secretaria Estadual de Saúde, Associação Franco Basaglia, Associação Vida em Ação, AASMER (Embu das Artes), Núcleo Interdisciplinar de Pesquisa em Saúde Mental e ECOSOL (Escola de Enfermagem da USP), Prefeitura Municipal de Embu das Artes e Fórum Paulista de Economia Solidária.

Endereço: Praça da Lagoa – Av. Elias Yasbek – Centro – Embu das Artes


Carta de Olinda reivindica a realização da IV Conferência Nacional de Saúde Mental, em 2010

08/11/2009

O participantes do IX Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, realizado pela Abrasco de 30 de outubro a 4 de novembro, em Recife, PE, lançaram, ao final do evento, um documento, a Carta de Olinda, em que reivindicam a realização da IV Conferência Nacional de Saúde Mental.

CARTA DE OLINDA

Nós, defensores do Sistema Único de Saúde – SUS, reunidos no IX Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva – ABRASCO, após discussões com usuários, militantes de movimentos sociais, trabalhadores, gestores e acadêmicos, reinvindicamos a realização da IV Conferencia Nacional de Saúde Mental (CNSM) nos pautando em vários eventos e documentos:

A III e última CNSM foi realizada em 2001 o que representa um longo período de 8 anos sem a realização de uma Conferência;

Na plenária da ABRASCO durante o VIII Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva realizado no Rio de Janeiro em 2006, foi aprovada moção de reinvindicação à realização da IV CNSM;

Em 2008 a XIII Conferencia Nacional de Saúde aprovou a indicação da realização da IV Conferencia Nacional de Saúde Mental; em 30 de setembro de 2009 foi realizada a Marcha dos Usuários pela Reforma Psiquiátrica Antimanicomial, em que 2.500 usuários de serviços de saúde mental foram reinvindicaram a realização da IV CNSM e foram atendidos pelo chefe da Casa Civil e pela ministra interina da Saúde, tendo recebido o comprometimento com a realização da IV CNSM;

Em 21 e 22 de outubro de 2009 aconteceu a reunião ampliada da Comissão Intersetorial de Saúde Mental do Conselho Nacional de Saúde em que estavam representados os Estados Brasileiros por seus conselheiros estaduais e nela foi reafirmada a necessidade da realização da IV CNSM e nesta mesma reunião o ministro Paulo Vanucchi afirmou a parceria da Secretaria Especial de Direitos Humanos na realização da IV CNSM;

Reafirmamos e exigimos o cumprimento do compromisso assumido pelo Governo Federal pela realização da IV CONFERÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE MENTAL. A realização da IV Conferência foi uma das principais reivindicações feita pelos 2.500 usuários durante a “Marcha dos Usuários pela Reforma Psiquiátrica Antimanicomial” realizada dia 30 de Setembro de 2009 em Brasília. Outro aspecto relevante apontado pelos usuários durante a Marcha foi a defesa radical pela consolidação do Sistema Único de Saúde, conquista histórica do Movimento Sanitarista Brasileiro.

Propomos ainda que a IV Conferencia Nacional de Saúde Mental:
· Efetive a Reforma Psiquiátrica Antimanicomial e consolide o modelo de atenção à saúde mental na lógica dos serviços comunitários de base territorial;
· Seja convocada intersetorialmente;
· Seja convocada impreterivelmente na próxima plenária do Conselho Nacional de Saúde em 11 de Novembro de 2009, afim de garantir sua realização até junho de 2010.

POR UMA REFORMA PSIQUIÁTRICA ANTIMANICOMIAL

Olinda, 02 de novembro de 2009

Durante o IX Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva o Presidente Lula se sensibilizou com as propostas contrárias ao Ato Médico.